Esporte

Djokovic afirma estar "rejuvenescido e regenerado"

30/10/2016 15h16

Paris, 30 Out 2016 (AFP) - Novak Djokovic se sente "rejuvenescido e regenerado" para defender o título do Masters 1000 de Paris e o primeiro lugar no ranking mundial, afirmou o tenista sérvio neste domingo.

"Ganhar Roland Garros este ano me trouxe muita alegria, mas também demandou muita energia. Eu me senti um pouco exausto depois e menos motivado", declarou o sérvio, 29 anos, na véspera da estreia no último Masters 1000 do ano.

"Tomei um tempo para pensar em todas essas coisas, para procurar uma nova motivação e uma nova ambição. Encontrei. Me sinto bem. Estou feliz em voltar a Paris. Espero ter uma boa semana aqui", declarou Djokovic, que vem de derrotas nas semifinais do Masters 1000 de Xangai e na final do US Open.

Em Paris, onde conquistou o título quatro vezes (2009, 2013, 2014, 2015), o sérvio poderia perder o primeiro lugar no ranking ATP, que ocupa há mais de dois anos, para Andy Murray, caso o britânico chegue a final e Djokovic fique pelo caminha nas quartas de final.

"Isso me dá vontade de entrar na quadra e de lutar por cada ponto, porque tenho algo a perder no fim", completou.

Na estreia no Masters 1000 de paris, Djokovic enfrentará o vencedor do confronto do Qualifying entre o espanhol Nicolas Almagro e o luxemburguês Gilles Muller.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo