Topo

Esporte

Federação Inglesa negocia com Fifa para colocar flor no uniforme da seleção

Geert Vanden Wijngaert/AP
Símbolo é tradicional homenagem na Inglaterra a soldados mortos em guerra Imagem: Geert Vanden Wijngaert/AP

Da AFP, em Londres

01/11/2016 16h36

A Associação de Futebol da Inglaterra (FA) negocia com a Fifa para obter o direito de homenagear os soldados mortos colocando uma flor de papoula no uniforme da seleção nacional para o confronto válido pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2108 contra a Escócia, em 11 de novembro.

Segundo o jornal The Sun, a Fifa inicialmente negou à Inglaterra o direito de colocar uma flor de papoula ("poppy" em inglês) no uniforme, já que o regulamento da entidade internacional proíbe qualquer mensagem de cunho político durante uma partida de futebol.

"Até a primeira-ministra colocou seu 'poppy' ontem (segunda-feira) e acredita ser importante, no país inteiro, que as pessoas possam usar seus 'poppies' com orgulho no intuito de homenagear a coragem e sacrifício dos militares, homens e mulheres, mortos nos conflitos", declarou a porta-voz da nova Premiê do Reino Unido, Theresa May.

Em 2011, a Fifa havia recuado e permitido à seleção inglesa usar uma flor de papoula e uma braçadeira preta durante um amistoso contra a Espanha.

Nos países do Reino Unido, é tradição usar na lapela uma flor vermelha de papoula para homenagear os soldados mortos e feridos durante a guerra. O "poppy" é usado de final de outubro até 11 de novembro, dia da assinatura do Armistício de Compiègne, que encerrou as hostilidades da Primeira Guerra Mundial, em 1918.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte