Esporte

Murray desbanca Djokovic da liderança da ATP; Federer fora do top 10

AFP PHOTO / MIGUEL MEDINA
Imagem: AFP PHOTO / MIGUEL MEDINA

07/11/2016 11h53

Com o título conquistado no domingo, no Masters 1000 de Paris, o escocês Andy Murray tornou-se oficialmente número um do mundo nesta segunda-feira, acabando com mais de dois anos de reinado do sérvio Djokovic, que liderava o ranking desde julho de 2014.

Outro tabu foi quebrado no ranking desta semana, com a lenda viva Roger Federer fora do top 10 pela primeira vez em catorze anos, caindo para a 16ª posição.

Desde a criação desse ranking, 26 tenistas se sucederam no posto de número um, sendo que o britânico é o segundo mais velho a chegar ao topo pela primeira vez, aos 29 anos, contra 30 do australiano John Newcombe, em 1974.

Djoko, por sua vez, caiu do pedestal depois de 122 semanas ininterruptas de reinado, sendo que liderou o ranking durante um total de 223 semanas ao longo da sua carreira.

Com 405 pontos a menos que Murray, Djoko ainda tem a possibilidade de terminar o ano no topo, se vencer de forma invicta o ATP Finals, que começa na semana que vem, em Londres.

Já Federer, de 35 anos, despencou no ranking por ter encerrado sua temporada em julho, por causa de uma lesão no joelho.

Recordista de títulos em Grand Slams (17) e de semanas no posto de número um do mundo (223), o suíço não ficava além do décimo lugar desde o dia 13 de outubro de 2002.

Algoz de Djokovic nas quartas de final em Paris, o croata Marin Cilic, que na semana anterior tinha sido campeão na Basileia, alcançou sua melhor posição, subindo do décimo para o sétimo lugar.

O espanhol Rafael Nadal, que também interrompeu sua temporada mais cedo, caiu para oitavo.

Vice-campeão em Paris, o americano John Isner voltou ao top 20 ao pular da 27ª para a 19ª posição.

Número um do Brasil, Thomas Bellucci perdeu três posições, caindo para o 62º lugar.

Ranking da ATP do dia 7de novembro:

1. Andy Murray (GBR) 11.185 pts (+1)
2. Novak Djokovic (SRB) 10.780 (-1)
3. Stan Wawrinka (SUI) 5.115
4. Milos Raonic (CAN) 5.050 (+1)
5. Kei Nishikori (JPN) 4.705 (-1)
6. Gaël Monfils (FRA) 3.625 (+1)
7. Marin Cilic (CRO) 3.450 (+3)
8. Rafael Nadal (ESP) 3.300 (-2)
9. Dominic Thiem (AUT) 3.215 (-1)
10. Tomas Berdych (CZE) 3.060 (+1)
11. David Goffin (BEL) 2.780 (+1)
12. Jo-Wilfried Tsonga (FRA) 2.550 (+1)
13. Nick Kyrgios (AUS) 2.460 (+1)
14. Roberto Bautista (ESP) 2.350 (+1)
15. Lucas Pouille (FRA) 2.196 (+2)
16. Roger Federer (SUI) 2.130 (-7)
17. Grigor Dimitrov (BUL) 2.035 (+1)
18. Richard Gasquet (FRA) 1.885 (+1)
19. John Isner (USA) 1.850 (+8)
20. Ivo Karlovic (CRO) 1.795
...
62. Thomaz Bellucci (BRA) 771 (-3).

Quer receber notícias de tênis de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo