Esporte

Rodada das eliminatórias tem Brasil-Argentina e Colômbia-Chile como destaque

09/11/2016 13h19

Montevidéu, 9 Nov 2016 (AFP) - É o maior duelo de uma região que respira futebol: a ferida Argentina de Messi contra o ressuscitado Brasil de Neymar, pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo-2018, que também terá confrontos de alta tensão como Colômbia-Chile e Uruguai-Equador.

Há pouco mais de dois anos, o Brasil sofria a maior derrota de sua história, o 7 a 1 diante da Alemanha no Mineirão, pelas semifinais da Copa do Mundo. Nesta quinta-feira, a seleção voltará ao cenário dessa humilhante derrota pela primeira vez.

O adversário será ninguém menos do que a Argentina, o maior rival do continente, em uma partida que colocará frente a frente Messi e Neymar, amigos inseparáveis no Barcelona transformados em inimigos quando jogam por suas seleções.

Os momentos que atravessam Brasil e Argentina nas eliminatórias, porém, são muito distintos.

A seleção brasileira recuperou seu brilho desde a chegada do técnico Tite e, com Neymar como referência, vem de quatro vitórias em quatro jogos.

Com isso, o Brasil é o líder das eliminatórias com 21 pontos, deixando para trás as críticas e as dúvidas se a equipe seria capaz de se classificar à Copa do Mundo da Rússia-2018.

Do outro lado do campo estará a Argentina, fora da zona de classificação com 16 pontos, prejudicada pela decisão da Fifa de outorgar na justiça uma vitória para o Chile sobre a Bolívia devido à escalação indevida de um jogador boliviano.

A conta é clara: a Argentina venceu os três jogos que Messi disputou em 10 rodadas das eliminatórias e deixou muitos pontos pelo caminho sem sua principal estrela.

Caso não somar pontos contra o Brasil no Mineirão, a Argentina entrará de vez na zona de perigo, ameaçada de ficar de fora de uma Copa do Mundo pela primeira vez desde 1970, no México.

- Pela classificação direta - O Chile viaja a Barranquilla para enfrentar a Colômbia com o desfalque de último hora de sua principal estrela, o atacante Alexis Sánchez.

A lesão do atacante do Arsenal é um duro golpe para uma seleção que chegou na Colômbia ajudada na tabela das eliminatórias por uma decisão jurídica da Fifa, que lhe deu a vitória sobre a Bolívia (0-0 em campo).

O Chile, bicampeão da América, agora na zona de repescagem, brigará diretamente nesta quinta-feira contra a Colômbia por uma das vagas diretas na Copa do Mundo-2018.

A equipe colombiana soma 17 pontos e é atualmente a dona da quarta e última vaga direta no torneio russo.

A equipe colombiana não vem conseguindo repetir o brilho dos últimos anos, mas poderá contar com a volta do atacante Falcao Garcia, novamente convocado após um ano de ausência.

- Duelo no topo da tabela -O Uruguai aguarda com tranquilidade o Equador no estádio Centenário com a esperança de que uma vitória praticamente garanta a 'Celeste' na Copa do Mundo-2018.

A seleção uruguaia soma 20 pontos, um atrás do líder Brasil, enquanto o Equador tem 17 e aparece na 3ª colocação das eliminatórias.

Apesar de não poder contar com Edinson Cavani, suspenso, o Uruguai espera que Luis Suárez, se torne o maior artilheiro da história das eliminatórias.

Suárez está atualmente empatado com o ex-atacante argentino Hernán Crespo, com 19 gols.

Já o Equador, protagonista de um início de eliminatórias arrasador (4 vitórias consecutivas) antes de sofrer uma queda de rendimento, chega à capital uruguaia com o respaldo da contundente vitória por 3 a 0 sobre o Chile.

- Alerta -O Peru, que já via o sonho de disputar a próxima Copa ficar para trás, ganhou novo fôlego com a decisão da Fifa de lhe dar a vitória na partida contra a Bolívia perdida em campo por 2 a 0.

Mesmo assim, os peruanos seguem em posição delicada com 11 pontos e não têm outra opção a não ser vencer o Paraguai para não frustrar mais uma vez suas aspirações de disputar uma primeira Copa do Mundo desde a Espanha-1982.

Na próxima rodada, no dia 15 de novembro, Paolo Guerrero e companhia recebem o Brasil, em Lima.

O Paraguai, agora em sétimo lugar com 15 pontos, foi outro dos prejudicados pela decisão jurídica da Fifa e também não pode se dar ao luxo de desperdiçar pontos se quiser seguir na briga pela classificação.

- Em coma irreversível -Além do pouco futebol apresentado nestas eliminatórias, a Bolívia ainda teve retirados 4 pontos pela escalação indevida do paraguaio naturalizado Nelson Cabrera.

Agora, com apenas quatro pontos em dez jogos, a situação boliviana é de coma profundo, melhor apenas que a Venezuela, lanternina das eliminatórias com dois pontos.

A 'Vinho Tinto' é a única seleção sul-americana que nunca se classificou à Copa e isso não mudará após estas eliminatórias.

- Partidas desta quinta-feira, pela décima rodada das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018:

Em Barranquilla (18H30): Colômbia - Chile

Em Montevidéu (21H00): Uruguai - EQuador

Em Assunção (21H30): Paraguai - Peru

Em Maturín (21H30): Venezuela - Bolívia

Em Belo Horizonte (21H45): Brasil - Argentina

-- Posiciones:

- Pts J G E P Gf Gc

1. Brasil 21 10 6 3 1 23 9

2. Uruguai 20 10 6 2 2 21 7

3. Equador 17 10 5 2 3 18 14

4. Colômbia 17 10 5 2 3 15 12

5. Chile (*) 16 10 5 1 4 18 16

6. Argentina 16 10 4 4 2 11 9

7. Paraguai 15 10 4 3 3 10 12

8. Peru (*) 11 10 3 2 5 14 17

9. Bolívia (*) 4 10 1 1 8 9 26

10. Venezuela 2 10 0 2 8 9 26

(*) A FIFA puniu a Bolívia com derrotas por 3-0 para Peru e Chile por ter escalado um jogador de forma irregular.

bur-ol/cl/am/lg

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo