Esporte

Brasil massacra Argentina e segue na ponta das eliminatórias; Uruguai na cola

11/11/2016 00h30

Rio de Janeiro, 11 Nov 2016 (AFP) - Com Neymar ofuscando Messi, o Brasil superou a Argentina por 3 a 0, no Mineirão, e se manteve na liderança das eliminatórias para a Copa do Mundo-2018, mas viu o Uruguai segurar a vitória por 2 a 1 sobre o Uruguai e seguir na cola da seleção, na briga pelo 1º lugar.

A 11ª rodada das eliminatórias sul-americanas promoveu o maior clássico do futebol do continente e teve como palco o Mineirão, onde há pouco mais de dois anos o Brasil sofria a pior derrota de sua história diante da Alemanha, na Copa do Mundo-2014.

Nesta quinta-feira, os comandados de Tite conseguiram exorcizar o fantasma do 7 a 1, vencendo com autoridade uma Argentina irreconhecível, apesar do elenco recheado de craques.

Companheiros e amigos de Barcelona, onde brilham juntos a cada fim de semana, Neymar e Messi viraram inimigos dentro de campo e o camisa 10 do Brasil levou a melhor sobre o melhor jogador do mundo.

Em atuação impecável, com assistêmica para Philippe Coutinho abrir o placar em bomba de fora da área e marcando o segundo gol, além do já famoso repertório de dribles, Neymar comandou o Brasil, viu Paulinho fazer o terceiro e manteve a seleção na lideranças das eliminatórias.

Com Tite, que transformou uma seleção sem brio em uma máquina de vencer desde que assumiu o comando da equipe, com cinco vitórias em cinco jogos, o Brasil soma 24 pontos, um a mais que o vice-líder Uruguai.

Situação oposta vive Messi e o técnico Edgardo Bauza, que veem a Argentina aparecer apenas na 6ª colocação das eliminatórias, fora da zona de classificação, com 16 pontos.

A situação argentina só não ficou pior porque a foi 'ajudada' pelo Paraguai, que começou vencendo, mas viu o Peru virar e golear no segundo tempo, sendo derrotado por 4 a 1.

Assim, os paraguaios desperdiçaram chance de ultrapassar a Argentina na tabela e permanecem na 7ª colocação com 15 pontos. Já o Peru chegou aos 14 pontos e voltou a sonhar com a classificação.

- Uruguai na cola, Colômbia sobe -Jogando no estádio Centenário de Montevidéu, o Uruguai não teve vida fácil contra o bom time do Equador e precisou lutar para não deixar o Brasil escapar na tabela.

Enquanto Messi e Neymar dividiam os holofotes no Mineirão, Luis Suárez, último integrante do tridente 'MSN' do Barcelona, era o centro das atenções na capital uruguaia.

O valente atacante, como sempre, deu a vida em campo para ajudar sua seleção a vencer, mas passou em branco e segue empatado com o argentino Hernan Crespo com 19 gols na artilharia histórica das eliminatórias. Mesmo assim, ajudou a 'Celeste' a arrancar três importantes pontos.

Quem acabou dando a vitória ao Uruguai foram o zagueiro Sebastián Coates e o atacante Diego Rolán, enquanto Felipe Caicedo chegou a empatar momentaneamente o jogo para o Equador.

Apesar da derrota, o Equador foi responsável pelas maiores chances de gol na segunda etapa e mereceu destino melhor, mas voltou para casa de mãos abanando.

Os equatorianos seguem na zona de classificação à Copa do Mundo-2018, aparecendo na 4ª colocação com 17 pontos.

Quem acabou se beneficiando da derrota equatoriana foi a Colômbia, única equipe a ganhar uma posição na tabela após aos fim da 11ª rodada das eliminatórias, graças ao pontinho somando no empate sem gols diante do Chile.

Contra a 'Roja', a Colômbia foi imensamente melhor durante toda a partida, pressionou o recuado adversário em busca do gol e da vitória diante de sua torcida em Barranquilla, mas pecou pela falta de pontaria de seu ataque.

Como não houve gol, a torcida colombiana precisou se contentar em comemorar a volta do atacante Falcao Garcia à seleção, depois de mais de um ano afastado, desde que havia lesionado gravemente o joelho.

Com o empate, a Colômbia chegou a 18 pontos e ultrapassou o Equador na tabela, assumindo a 3ª colocação. Já o Chile, com 17 pontos, segue na perigosa 5ª posição, que vale a vaga na repescagem.

Na última partida da rodada, um duelo entre 'sacos de pancadas', a Venezuela goelou em casa por 5 a 0 a Bolívia e deixou a lanterna das eliminatórias, agora nas mãos do adversário do dia.

Na próxima rodada, no dia 15 de novembro, o Brasil defenderá a liderança contra o Peru em Lima, enquanto o Uruguai, de olho no 1º lugar, terá difícil duelo com o Chile, em Santiago.

Já uma desesperada Argentina não terá outra opção a não ser vencer em Buenos Aires a Colômbiam, enquanto Equador e Venezuela se enfrentam em Quito e o Paraguai visita a Bolívia em La Paz.

- Resultados desta quinta-feira, pela 11ª rodada das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018:

Em Barranquilla: Colômbia - Chile 0-0

Em Montevidéu: Uruguai - Equador 2-1

Em Assunção: Paraguai - Peru 1-4

Em Maturín: Venezuela - Bolivia 5-0

Em Belo Horizonte: Brasil - Argentina 3-0

-- Classificação:

- Pts J V E D Gp Gc

1. Brasil 24 11 7 3 1 26 9

2. Uruguai 23 11 7 2 2 23 8

3. Colômbia 18 11 5 3 3 15 12

4. Equador 17 11 5 2 4 19 16

5. Chile (*) 17 11 5 2 4 18 16

6. Argentina 16 11 4 4 3 11 12

7. Paraguai 15 11 4 3 4 11 16

8. Peru (*) 14 11 4 2 5 18 18

9. Venezuela 5 11 1 2 8 14 26

10. Bolívia (*) 4 11 1 1 9 9 31

(*) A FIFA puniu a Bolívia com derrotas por 3-0 para Peru e Chile por ter escalado um jogador de forma irregular.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo