Esporte

Douglas Costa marca, mas Bayern leva virada na Rússia

23/11/2016 17h59

Rostov do Don, Rússia, 23 Nov 2016 (AFP) - Depois de perder a liderança da Bundesliga, o Bayern de Munique ficou mais longe do primeiro lugar do grupo D da Liga dos Campeões ao ser surpreendido pelo modesto Rostov (3-2), nesta quarta-feira, apesar de sair na frente com gol do brasileiro Douglas Costa.

Os bávaros, que não perdiam dois jogos seguidos desde maio de 2015, vinham de um revés por 1 a 0 no 'Klassiker' de sábado contra o Borussia Dortmund, deixando o Leipzig assumir a ponta do campeonato nacional.

Com o resultado, o atual tetracampeão alemão, que já está garantido matematicamente nas oitavas de final da Champions, ficou na vice-liderança, com nove pontos, três atrás do Atlético de Madri, que pode selar o primeiro lugar até mesmo com um empate diante do PSV Eindhoven, mais tarde nesta quarta-feira.

Já o Rostov deixou a lanterna ao somar quatro pontos, três de vantagem sobre o PSV, que visita na próxima rodada, no dia 6 de dezembro, no duelo que deve definir o terceiro lugar, sinônimo de classificação para o mata-mata da Liga Europa.

Com frio de 4 graus negativos na Rússia, o Bayern foi longe de contar com sua força máxima.

Além dos desfalques de Neuer, Robben ou Vidal, lesionados, o técnico Ancelotti resolveu poupar outros jogadores importantes, como Hummels, Xabi Alonso ou Müller, para enfrentar o time que goleou por 5 a 0 em Munique.

"As mudanças na equipe não podem servir de descupla. Tínhamos muitos jogadores de qualidade em campo", ressaltou o capitão Philipp Lahm depois da partida.

- Equatoriano decide -Douglas Costa abriu o placar aos 35 minutos de jogo, ao surgir na pequena área para completar para as redes um cruzamento rasteiro do português Renato Sanches, grande revelação da Eurocopa.

O brasileiro foi de herói a vilão aos 43, com recuo errado na direção de Jerome Boateng que acabou resultado no gol de empate dos anfitriões, marcado por Azmoun.

A reação russa continuou depois do intervalo, com Poloz convertendo pênalti cometido por Boateng e fazendo 2 a 1 aos 4 do segundo tempo.

O espanhol Bernat deixou tudo igual para o Bayern três minutos depois, ao acertar um belo chute no ângulo na conclusão de uma triangulação com Renato Sanches e Franck Ribéry.

Tudo apontava para uma virada do gigante bávaro, mas quem acabou chegando ao terceiro gol foi o Rostov, em cobrança de falta certeira do equatoriano Christian Noboa, que já havia sido decisivo ao sofrer o pênalti poucos minutos antes.

"É um jogo que deveríamos ter vencido", lamentou Lahm. "Fomos negligentes, esquecemos que o adversário também pode fazer gol. Pagamos o preço dos erros que cometemos. Ainda é cedo para falar em crise, mas temos que corrigir esses erros", insistiu.

A torcida comemorou muito o resultado histórico, que apagou a goleada sofrida em Munique, mostrando que o pequeno clube russo não veio disputar a Champions por acaso.

lg

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo