Esporte

Com dores no joelho, Varane desfalca Real contra Gijón

25/11/2016 16h21

Madri, 25 Nov 2016 (AFP) - O zagueiro francês Raphael Varane não poderá defender o Real Madrid contra o Sporting de Gijón, no sábado, pela 13ª rodada da Liga Espanhola, por sentir dores no joelho direito, anunciou nesta sexta-feira o técnico Zinedine Zidane.

O jogador de 23 anos, que não treinou com o elenco 'merengue' nos últimos dias, arrasta esse problema no joelho desde 2013, quando teve que ser operado no local.

"Varane sente dores no joelho e não queremos arriscar, como sempre", justificou Zidane.

"Espero que em dois ou três dias ele estará muito melhor", adiantou o treinador, que espera contar com o zagueiro no clássico contra o Barcelona, no dia 3 de dezembro.

Autor do primeiro gol da vitória por 2 a 1 sobre o Sporting de Portugal, na última terça-feira, na Liga dos Campeões, Varane deve ser substituído por Nacho contra o Gijón.

O brasileiro naturalizado português Pepe, titular habitual, que acaba de voltar de lesão e também pode ser acionado.

A zaga pode ter outra mudança, com a possibilidade de Zidane poupar o capitão Sergio Ramos, que está pendurado e corre risco de perder o clássico se levar cartão amarelo neste sábado.

'Zizou' também falou sobre a lesão do meia galês Gareth Bale, que deve ficar dois meses sem jogar.

"Gareth vai ficar bastante tempo fora, vamos continuar nosso caminho e dar o nosso máximo amanhã (sábado). Não podemos controlar esse tipo de coisa, mas temos que seguir em frente", resumiu o ex-craque francês, que está invicto há 30 jogos.

"O que me deixa animado é que adoro ganhar. Sou um vencedor, estou aqui para ganhar coisas. Nesse clube, só vivemos de vitórias, eu sei disso porque fui jogador aqui. Sei que cada vez que temos atuações nem tão boas, o castigo vem na hora, mas isso não me assusta", completou Zidane, que brilhou em campo com o Real de 2001 a 2006.

Sem perder desde abril, o Real de 'Zizou' pode igualar o recorde de invencibilidade de 34 jogos do clube, na temporada 1988-1989, sob comando de Leo Beenhakker.

Quem pode acabar com a festa é justamente o detentor do recorde espanhol, Luis Enrique, que permaneceu invicto por 39 jogos até abril deste ano. Por ironia do destino, quem acabou com essa série foi o Real de Zidane, com vitória por 2 a 1 no clássico.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo