Esporte

Última rodada da fase de grupos da Champions define cenário continental

05/12/2016 16h31

Paris, 5 dez 2016 (AFP) - Doze equipes já estão classificadas às oitavas de final da Liga dos Campões e o cenário da próxima fase começa a se desenhar no continente, dominado pela poderosa Espanha e a ambiciosa Alemanha, antes dos confrontos de terça e quarta-feira.

Benfica, Napoli, ou Besiktas no grupo B (duas vagas), Porto ou Copenhague no grupo G, Sevilla ou Lyon no grupo H, vão disputar as quatro vagas.

- Hegemonia espanhola -Os clubes espanhóis, hegemônicos na Liga dos Campeões desde 2014 (Real Madrid campeão em 2014 e 2016, Barcelona em 2015), seguem como favoritos ao título. Atlético de Madri, Barça e Real Madrid já garantiram classificação antecipada às oitavas e somente a equipe de Cristiano Ronaldo não foi capaz -ainda- de sacramentar o primeiro lugar de seu grupo. Para isso, precisará vencer o Borussia Dortmund em casa, no Santiago Bernabéu, na quarta-feira.

Cereja no bolo espanhol, o Sevilla poderia se tornar a quarta equipe do país nas oitavas de final. Os andaluzes precisam ganhar, empatar ou até perder por 1 a 0 para o Lyon na quarta-feira que mesmo assim estarão garantidos no mata-mata da Champions.

A presença de quatro clubes espanhóis nas oitavas de final da Liga dos Campeões não acontece desde a temporada 2012-13 (Valencia, Real Madrid, Barcelona e Málaga). Naquele ano, porém, quem ergueu a taça orelhuda foi um clube alemão, o Bayern de Munique.

- Ambiciosa Alemanha -A Alemanha terá três clubes nas oitavas: o o Bayern de Munique, o Bayer Leverkusen e o Borussia Dortmund. Para o Borussia Monchengladbach, que fazia parte da chave de Barcelona e Manchester City, a concorrência por duas vagas acabou sendo pesada demais.

A classificação de três clubes ao mata-mata da Champions acabou sendo um resultado melhor do que na temporada anterior (Wolfsburg e Bayern de Munique) para a Alemanha. Desta vez, o Dortmund foi o mais impressionante, somando quatro vitórias e um empate que o colocam momentaneamente à frente do Real Madrid na briga pelo primeiro lugar do grupo F.

Com 19 gols marcados em cinco jogos, precisa marcar mais um na quarta-feira, para igualar o recorde de gols em uma fase de grupos, que pertence a Real Madrid, Barcelona e Manchester United.

Segundo colocado no grupo D, e apesar de classificado às oitavas, o Bayern de Munique acabou decepcionando, chegando até a perder para o modesto Rostov (3-2).

Os bávaros também correm atrás do prejuízo no Campeonato Alemão, no qual são vice-líderes atrás do RB Leipzig.

Mas as grandes equipes europeias costumam mostrar outra cara e outra motivação a partir das oitavas de final e o Bayern poderá contar com a experiência de Carlo Ancelotti, tricampeão da Champions, em 2003 e 2007 com o Milan e em 2014 com o Real Madrid.

. A surpresa francesaA França já garantiu a classificação de suas duas principais forças na competição, o PSG e o Monaco. Os monegascos foram os mais impressionantes ao terminar na liderança do concorrido grupo E, à frente de Tottenham, Bayer Leverkusen e CSKA Moscou.

O PSG também está no caminho certo para terminar na primeira colocação do grupo A. Para selar a liderança, precisa apenas derrotar os búlgaros do Ludogorets, nesta terça-feira no Parque dos Príncipes.

As últimas esperanças da França de colocar um terceiro representante nas oitavas estão depositadas no Lyon, que encara o Sevilla na última rodada. A missão dos lioneses, porém, não é nada fácil: precisam vencer o forte time espanhol por dois gols de diferença.

- Inglaterra presente -Como no ano passado, a Inglaterra estará representada por três clubes no mata-mata da Champions, perdendo pelo caminho o Tottenham, que não conseguiu escapar com vida do grupo E, superado por Monaco e Bayer Leverkusen.

Surpreendente campeão inglês na temporada passada, o Leicester não vem conseguindo manter o mesmo rendimento na atual edição da Premier League, na qual aparece na parte de baixo da tabela, a dois pontos da zona de rebaixamento. Na Champions, porém, os 'Foxes' passaram por cima da concorrência no grupo G (Porto, Brugge, Copenhague).

O Manchester City precisou se contentar com o segundo lugar, atrás do poderoso e favorito Barcelona. De positivo para os 'Citizens' na fase de grupos, somente o fato dos comandados de Pep Guardiola terem conseguido deixar a pesada goleada sofrida diante dos catalães (4-0), vencendo na volta, em Manchester (3-1).

Já o Arsenal obteve a classificação às oitavas de final pela 14ª temporada consecutiva. Resta saber agora se os 'Gunners' conseguiram passar das quartas de final, fase que não alcançam desde 2009-10.

- Itália fica para trás -Na Itália, é a Juventus e o resto. A 'Velha Senhora', finalista da Champions em 2015, garantiu classificação às oitavas com uma rodada de antecedência e tem o primeiro lugar na chave praticamente no bolso.

Na temporada passada, o clube de Turim teve a companhia da Roma no mata-mata continental. Neste ano, somente o Napoli ainda pode avançar, mas, para isso, terá que pelo menos empatar com o Benfica, na terça-feira.

adc/pgr/lrb/am/lg

BESIKTAS FUTBOL

JUVENTUS FOOTBALL CLUB

SPORT LISBOA E BENFICA - FUTEBOL

BORUSSIA DORTMUND

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo