Esporte

Atlético leva troco do Bayern e deixa de ter 100% na Champions

06/12/2016 20h12

Munique, Alemanha, 6 dez 2016 (AFP) - O Bayern de Munique conseguiu sua revanche ao vencer o Atlético de Madri por 1 a 0, nesta quarta-feira, impedindo os 'colchoneros' de encerrar a fase de grupos da Liga dos Campeões com 100% de aproveitamento.

O único gol da partida foi marcado pelo polonês Robert Lewandowski, que acertou uma belíssima cobrança de falta aos 28 minutos de jogo, devolvendo o placar da primeira partida entre as duas equipes, no dia 28 de setembro, na Espanha.

Apesar da derrota, o Atlético terminou no primeiro lugar do grupo D, com 15 pontos, três à frente dos bávaros.

Na outra partida da chave, o Rostov segurou o empate sem gols com o PSV Eindhoven, na Holanda, e garantiu a vaga na Liga Europa ao ficar em terceiro, com cinco pontos, três de vantagem sobre o adversário do dia.

Apesar de jogarem apenas para cumprir tabela, Bayern e Atlético entraram em campo praticamente com força máxima, precisando ganhar confiança em meio à fase complicada nos seus campeonatos nacionais respectivos.

O time bávaro deixou de ser líder da Bundesliga há duas semanas, sendo desbancado pelo recém-promovido Leipzig, enquanto os 'colchoneros' ocupam apenas a quarta posição da Liga Espanhola, a nove pontos do líder Real Madrid.

O técnico do Bayern, Carlo Ancelotti, optou por escalar o jovem Renato Sanches no meio, no lugar do experiente Xabi Alonso, mas o ataque é formado por titulares absolutos, com o trio Robben - Douglas Costa - Lewandowski.

Do lado do Atlético, Diego Simeone não pôde contar com o lateral brasileiro Filipe Luís, lesionado, e deixou o atacante Kevin Gameiro no banco, reforçando o meio de campo, com o argentino Gaitán ao lado de Koke, Gabi e Saúl.

Os 'colchoneros' começaram bem, mas o Bayern acabou tomando conta do jogo e Lewandowski levou a torcida ao delírio ao anotar seu quinto gol em seis jogos na competição.

O Atlético perdeu a oportunidade de se tornar o sétimo time da história com campanha perfeita na fase de grupos, depois de Milan (1992-1993), Paris Saint-Germain (1994-1995), Spartak Moscou (1995-1996), Barcelona (2002-2003) e Real Madrid, duas vezes (2011-2012 e 2014-2015).

Um dado, porém, pode servir de alento ao torcedor do 'colchonero': por incrível que pareça, nenhum dos 'perfeitos' acabou levantando a 'Taça Orelhuda'.

lg

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo