Esporte

Napoli vence Benfica e ambos avançam às oitavas da Champions

06/12/2016 19h57

Lisboa, 6 dez 2016 (AFP) - O Napoli garantiu sua classificação para as oitavas de final da Liga dos Campeões em primeiro lugar do grupo B ao derrotar o Benfica por 2 a 1, nesta quarta-feira, mas o time português também avançou ao mata-mata graças à humilhação do Besiktas diante do Dínamo de Kiev (6-0).

Com os resultados dessa última rodada, o clube italiano encerrou a fase de grupos com 11 pontos, contra 8 do Benfica e sete do time turco, que terá que se contentar com a Liga Europa. Ao somar sua primeira vitória na competição, o Dínamo ficou com cinco pontos.

No estádio da Luz de Lisboa, tudo indicava que o duelo entre Encarnados e napolitanos seria uma verdadeira 'final' por uma das duas vagas ainda em jogo, mas a situação mudou totalmente na medida em que o Besiktas sofria um gol atrás do outro na Ucrânia.

O time turco poderia ter se classificado com vitória simples sobre o já eliminado Dínamo, mas acabou levando uma surra monumental, em partida em que terminou com dois jogadores a menos.

O resultado em Kiev classificava Benfica e Napoli de qualquer jeito, mas o primeiro lugar da chave ainda estava em jogo e o time italiano resolveu colocar o pé no acelerador depois do intervalo.

O espanhol José Callejón abriu o placar aos 15 minutos do segundo tempo, com toque sutil que encobriu o goleiro, após longo lançamento nas costas do sueco Victor Lindelöf, que falhou feio na marcação.

O segundo gol saiu dos pés do belga Dries Mertens, que saiu do banco e ampliou aos 34, com chute seco depois de chamar o zagueiro brasileiro Luisão para dançar na entrada da área.

O méxico Jiménez descontou para o time da casa, mas não foi suficiente para evitar a derrota.

- Lance polêmico -Enquanto isso, na Ucrânia, o Besiktas perdeu qualquer chance de se classificar aos 28 minutos de jogo, por causa de uma decisão controversa da arbitragem, em lance bizarro.

Naquele momento, o Dínamo já vencia por 1 a 0, com gol de joelho de Artem Besedin, aos 9, quando o alemão Andreas Beck foi expulso, deixando o time turco com um a menos.

O zagueiro estava marcando um atacante do Dínamo, na área, levou uma trombada, perdeu o equilíbrio e acabou derrubando o adversário na sua queda, quando os dois jogadores estavam longe da bola.

Seguindo a orientação do quarto árbitro, o juiz marcou a penalidade máxima e deu cartão vermelho.

Depois de muita confusão, com os jogadores do Besiktas inconformados, Yarmolenko converteu a cobrança e Vitaliy Buyalskyi aproveitou logo a superioridade numérica para marcou o terceiro gol aos 32, antes do paraguaio Derlis González fazer 4 a 0 nos acréscimos da primeira etapa.

A situação piorou ainda mais no segundo tempo, com outra expulsão, do atacante camaronês Vincent Aboubacar, aos 11, seguida logo pelo quinto gol do time ucraniano, marcado por Sydorchuk.

A festa do Dínamo teve toque brasileiro, com Júnior Moraes entrando em campo para converter o 'set point' aos 32, no seu primeiro toque na bola.

lg

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo