Esporte

Real cede empate no fim e deixa Borussia terminar em primeiro

07/12/2016 20h19

Madri, 7 dez 2016 (AFP) - Com ares de 'Déjá vu', o Real Madrid empatou em 2 a 2 com o Borussia Dortmund ao sofrer um gol a dois minutos do fim, nesta quarta-feira, no estádio Santiago Bernabeu deixando o time alemão garantir o primeiro lugar do grupo F da Liga dos Campeões.

Em jogo de tirar o fôlego, com muita qualidade técnica e dois times buscando o ataque o tempo todo, os 'merengues' abriram abrir vantagem de 2 a 0, com dois gols de Benzema, mas Aubameyang e Reus arrancaram evitaram a derrota dos visitantes.

O atual vice-campeão alemão conseguiu repetir o roteiro do primeiro jogo entre as duas equipes, no dia 29 de setembro, quando arrancou o empate pelo mesmo placar de 2 a 2 a três minutos do fim.

O duelo era uma verdadeira 'final' pelo primeiro lugar, com o Real precisando da vitória para desbancar o Borussia.

Antes de a bola rolar, a torcida tentou impressionar o adversário ao lembrar o quanto a camisa 'merengue' é pesada. Exibiu um lindo mosaico com a menção "Rei de Copas', representado pela carta de baralho, em trocadilho que funciona tanto em português quanto em espanhol. Também apareceu o número 11, como o número de 'Taças Orelhudas' erguidas pelo recordista de títulos europeus.

O Real entrou em campo com meio de campo reformulado, com duas mudanças em relação ao clássico de sábado contra o Barcelona (1-1).

Recém-recuperado de lesão, o brasileiro Casemiro foi titular pela primeira vez em dois meses e meio, mas a principal surpresa foi a escalação do criticado James Rodríguez no lugar de Isco, para jogar ao lado do 'motorzinho' Luka Modric.

- Casemiro dono do meio de campo -O duelo começou em ritmo intenso, com ambas as equipes apostando nas transições rápidas, jogando em alta velocidade pelos lados do campo.

O primeiro chute a gol foi do Borussia, aos 4 minutos de jogo, com Schürrle aproveitando erro na saída de bola de Varane e chutando com muito perigo por cima do gol de Keylor Navas.

A resposta do Real não demorou. Aos 10, Casemiro desarmou Gonzalo Castro de carrinho e lançou Cristiano Ronaldo, que puxou o contra-ataque e achou Benzema, que chutou em cima do goleiro Weidenfeller.

Os 'merengues' mostravam bastante movimentação, com CR7 voltando para buscar o jogo e James jogando mais aberto pela direita.

Foi assim que nasceu uma linda jogada dos anfitriões, aos 19, quando o colombiano recebeu lindo passe do português, em jogada iniciada na esquerda por Vázquez, ficou cara a cara com Weidenfeller, mas o goleiro fechou bem o ângulo.

Empurrado pela torcida, o Real começou a crescer na partida, com Casemiro mandando no meio de campo.

Aos 28, o brasileiro deu linda enfiada de bola para Casemiro na direita e o lateral cruzou na rasteiro para Benzema estufar as redes.

Com a vantagem no marcador, os comandados de Zidane relaxaram um pouco, deixando muito espaço na defesa, e o Borussia quase empatou aos 39, em cobrança de falta venenosa de Schürrle que Navas tirou com a ponta dos dedos.

O time alemão continuou pressionando depois do intervalo e Dembelé quase aproveitou uma falha de defesa logo aos 3 do segundo tempo. O francês passou por dois marcadores e finalizou de bico, rente à trave.

- 'Paredão' alemão -Depois do susto, a torcida soltou novamente o grito de gol aos 8, com Benzema anotando o segundo dele na partida, desta vez de cabeça, em grande cruzamento de James Rodríguez.

Mais uma vez, porém, o Real cochilou depois de balançar as redes e o castigo veio aos 16. Weigl fez ótimo lançamento para Schmelzer nas costas de Marcelo e o lateral alemão cruzou rasteiro para Aubameyang descontar para o Borussia.

Os 'merengues' tentaram as lições do duelo em Dortmund e acordaram para tentar matar o jogo.

Começou então um verdadeiro bombardeio sobre o gol de Weidenfeller, que espalmou um chute de CR7, aos 23 e uma cabeçada de Sergio Ramos, aos 34.

O 'paredão' alemão também foi salvo por Marco Reus, que tirou uma bola em cima da linha aos 24, e pela trave, em chute colocado de Cristiano, que passou em branco pelo quarto jogo seguido na Champions.

Quem não faz, leva, e o Real deixou escapar a vitória a dois minutos do fim, exatamente como em setembro, na Alemanha.

Aubameyang puxou contra-ataque pela direita e cruzou na medida para Reus empatar a partida e garantir o primeiro lugar da chave.

Além do primeiro lugar da chave, Reus deu ao Borussia o recorde de gols em uma única fase de grupos da Liga dos Campeões (21), superando por um gol a marca que era detida por Manchester United (1998-99), Real Madrid (2013-14) e Barcelona (2014-15 e 2016-17).

lg

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo