Topo

Esporte

Clubes europeus rejeitam Copa do Mundo com 48 seleções

15/12/2016 09h59

Paris, 15 dez 2016 (AFP) - A Associação dos Clubes Europeus (ECA) manifestou nesta quinta-feira sua oposição ao projeto de ampliar de 32 para 48 o número de seleções participantes da Copa do Mundo, que a Fifa pretende implementar a partir de 2026, alegando sobrecarga no calendário do futebol mundial.

"No interesse dos fãs e dos jogadores, pedimos para que a Fifa não aumente o número de participantes da Copa do Mundo", afirmou o presidente da ECA, Karl-Heinz Rummenigge, que também está à frente do Bayern de Munique.

"Temos que focar novamente no esporte. A política e o comércio não deveriam ser a prioridade exclusiva do futebol", criticou o ex-atacante alemão.

"O número de jogos disputados ao longo do ano já atingiu um número inaceitável, principalmente para jogadores que defendem suas seleções nacionais", ressaltou o dirigente, que diz ter enviado uma carta ao presidente da Fifa, Gianni Infantino, para informá-lo de que a ECA rejeita o projeto de ampliação.

Infantino sugeriu na semana passada um formato de Copa do Mundo com 48 equipes em 16 grupos de 3, a partir da edição 2026.

A proposta deve ser submetida a votação na próxima edição do Conselho da Fifa, o braço executivo da entidade, nos dias 9 e 10 de janeiro, em Zurique.

adc/ybl/cd/lg

ECA

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte