Esporte

O biatleta Martin Fourcade denuncia "farsa" antidoping da Rússia

03/01/2017 15h14

Paris, 3 Jan 2017 (AFP) - O bicampeão olímpico francês Martin Fourcade qualificou como uma "farsa" as decisões tomadas pela Rússia e pela Federação Internacional de Biátlon (IBU), após a publicação do relatório McLaren revelar 31 casos de doping entre os atletas russos da modalidade.

"Anular a Copa do Mundo em Tyumen é uma farsa na luta contra o doping", explicou Fourcade. No dia 22 de dezembro, a Rússia desistiu de organizar a etapa da Copa do Mundo de Tyumen, enquanto a IBU suspendeu dois dos biatletas acusados e iniciou uma investigação para esclarecer a situação dos 29 restantes.

Fourcade mencionou um possível boicote às provas da Copa do Mundo caso medidas drásticas não fossem tomadas contra a Rússia. Nesta terça-feira, o atleta reforçou a ideia de boicote, mas afirmou que deve ser uma ação coletiva.

"Eu não faria um boicote sozinho. Não vou me sacrificar por todos porque não sou Luther King nem Nelson Mandela e não quero ser", completou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo