Topo

Esporte

Jogador do Atlético Paranaense é preso na Argentina

05/01/2017 18h53

Buenos Aires, 5 Jan 2017 (AFP) - O jogador argentino naturalizado chileno Luciano Cabral, do Atlético Paranaense, permanece preso na Argentina, suspeito de participar de uma briga de rua que resultou na morte de um homem de 27 anos, informou o advogado do atleta, nesta quinta-feira.

Cabral, 21 anos, foi preso após se apresentar voluntariamente na noite de terça-feira em uma delegacia da província de Mendoza, onde ocorreu o assassinato de Joan Villegas, supostamente espancado por várias pessoas durante as celebrações do ano novo.

Desde domingo, estão presos pelo crime outros dois suspeitos de participar da briga, o pai do jogador, José Cabral, e um jovem de 17 anos.

Cabral "está disposto a prestar todo e qualquer esclarecimento da verdade", declarou Gustavo Nedic, advogado do jogador, que pertence ao Argentinos Juniors e está emprestado ao Atlético Paranaense.

"Formalmente, ele é suspeito, não acusado", continuou o advogado, afirmando ter "elementos para provar sua inocência".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte