Esporte

Fiat Chrysler acusada nos EUA de ter adulterado 104.000 motores a diesel

12/01/2017 14h42

Washington, 12 Jan 2017 (AFP) - A Fiat Chrysler foi acusada nesta quinta-feira pelas autoridades americanas de ter adulterado os motores de 104.000 de seus veículos a diesel nos Estados Unidos para minimizar o nível real das emissões poluentes, utilizando um estratagema similar ao empregado pela Volkswagen.

A Fiat imdiatamente negou ter feito uso de algum programa de adulteração de veículos.

Para sair do escândalo do "dieselgate", o grupo alemão admitiu nesta quarta-feira sua culpabilidade na fraude nos Estados Unidos e deverá desembolsar cerca de 22 bilhões de dólares em multas e indenizações.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo