Esporte

Mesmo com dores, Nadal busca vencer outro Grand Slam

15/01/2017 14h12

Melbourne, 15 Jan 2017 (AFP) - O tenista espanhol Rafael Nadal reconheceu, neste domingo, que luta contra uma dor crônica, mas garantiu que acredita em manter viva a carreira de vitórias em Grand Slams com a chegada do novo treinador Carlos Moyà.

Nadal, que sofreu diversas lesões durante sua carreira, admitiu que joga com dores há alguns anos. Mesmo assim, o tenista se mostrou otimista com a possibilidade de voltar a vencer títulos nos quatro grandes torneios do circuito.

"Agora não estou machucado, mas tem muito tempo que eu não fico livre de dores", afirmou 'Rafa' com um sorriso triste, durante a coletiva antes do Aberto da Austrália.

Nadal não chega a uma semifinal desde 2014, mas depois de uma discussão com o tio e técnico, Toni Nadal, contratou Moyà em dezembro para reforçar a equipe.

"Não sou alguém que toma as decisões assim. Preciso conversar antes. E vocês sabem que meu tio é meu treinador", acrescentou.

"É uma pessoa decisiva na minha carreira, então preciso falar com ele antes de tomar uma decisão deste tipo. Nunca decidiria algo assim se Toni não gostasse da ideia", explicou.

Em relação à Moyà, que venceu Roland Garros em 1998 e foi o número um mundial em março de 1999, Nadal explicou: "é uma pessoa com a qual treinei durante quase toda a minha carreira, desde os 15 anos até ele se aposentar".

A contratação "não é um grande assunto, né?", afinal, "ele também mora em Mallorca", ressaltou.

O espanhol, vencedor de 14 Grand Slams e atual 9° do mundo, enfrentará o alemão Florian Mayer na primeira rodada do Aberto da Austrália, na terça-feira.

No ano passado, Nadal perdeu na estreia para o compatriota Fernando Verdasco.

"Se estou aqui é porque acredito que posso lutar pelas coisas que me motivam de verdade", concluiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo