Esporte

O dia no Aberto da Austrália

16/01/2017 13h14

Melbourne, 16 Jan 2017 (AFP) - Da volta triunfal de Roger Federer ao circuito às estreias complicadas dos números 1 do mundo Andy Murray e Angelique Kerber, estes são os destaques do primeiro dia de competição do Aberto da Austrália:

OVAÇÃOA Rod Laver Arena, onde Roger Federer conquistou quatro de seus 17 títulos de Grand Slam (2004, 2006, 2007, 2010), reservou uma ovação para o suíço que nenhum outro 17º jogador do mundo jamais recebera. Lenda viva do esporte, aos 35 anos, Federer não disputava uma partida oficial desde Wimbledon, em julho, quando precisou encerrar a temporada precocemente para operar o joelho. É verdade que ele não jogou seu melhor tênis e até demorou mais que o esperado para encontrar seu ritmo diante de Jurgen Melzer, mais velho do que o próprio Federer (por dois meses). O suíço foi melhorando no jogo e, ao fim da partida, não escondeu sua felicidade por "jogar novamente um tênis normal".

ESTREIAS COMPLICADASOutros favoritos, porém, tiverem vida mais complicada que Federer, a começar pelos dois número 1 do mundo. O britânico Andy Murray demorou para engrenar contra o ucraniano Illya Marchenko, vencendo em difíceis três sets, 7-5, 7-6, 6-2, enquanto a alemã Angelique Kerber, atual campeã, perdeu um set para a também ucraniana Lesia Tsurenko, 6-2, 5-7, 6-2. O japonês Kei Nishikori, quinto cabeça de chave, precisou de cinco sets para derrotar o russo Andrey Kuznetsov, assim como o croata Marin Cilic (Nl.7) no duelo contra o polonês Jerzy Janowicz.

A SURPRESAIncomodada por uma dor no joelho, a romena Sumona Halep, cabeça de chave número 4, foi derrotada pelo segundo ano consecutivo na estreia do Aberto da Austrália, desta vez pela americana Shelby Rodgers. Não foi a primeira vez que a americana, 52ª do mundo, apronta em Grand Slam. No ano passado, ela chegou às quartas de final de Roland Garros ao eliminar pelo caminho as favoritas tchecas Karolina Pliskova e Petra Kvitova.

Os números23: Minutos que o espanhol Nicolas Almagro ficou em quadra antes de abandonar a partida contra o francês Jeremy Chardy, devido a dores no tornozelo.

5: Games perdidos pelo australiano Nick Kyrgios diante do português Gastão Elias (6-1, 6-2, 6-2).

8: Número de cabeças de chave eliminado logo de cara em Melbourne: cinco mulheres, Simona Halep (N.4), Roberta Vinci (N.15), Kiki Bertens (N.19), Daria Kasatkina (N.23) e Laura Siegemund (N.26), e três homens, Pablo Cuevas (N.22), Lucas Pouille (N.16) e Albert Ramos (N.26).

AS FRASES"Não estou aqui de brincadeira", declarou a tenista mais velha da chave feminina, Venus Williams, 36 anos, após a vitória (7-6, 7-5) sobre a ucraniana Kateryna Kozlova, nascida em 1994, ano em que a americana inciou sua carreira.

"Algo precisa mudar", reclamou o japonês Kei Nishikori, que pede uma mudança no formato da Copa Davis. Pela primeira vez na carreira, Nishikori se viu obrigado a recusar uma convocação para defender seu país na competição, pela qual o Japão enfrentará a França em fevereiro, devido a um calendário "muito apertado".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo