Esporte

O dia no Aberto da Austrália

18/01/2017 11h51

Melbourne, 18 Jan 2017 (AFP) - Da superioridade de Andy Murray sobre a promessa russa Andrey Rublev à mais uma decepção da torcida australiana com o 'garoto rebelde' Nick Kyrgios, estes são os destaques do 3º dia de disputa do Aberto da Austrália.

LIÇÃOEntre um campeão do mundo nos juniores (em 2014) e um campeão do mundo profissional, há uma grande diferença. Foi isso que Andy Murray mostrou nesta quarta-feira, ao atropelar o jovem russo Andrey Rublev, 19 anos, em três sets, 6-3, 6-0, 6-2. O escocês acabou tomando um ligeiro susto durante a partida após torcer o tornozelo no terceiro set. "Está doendo um pouco, mas não é nada sério. Vou colocar gelo esta noite", comentou, depois de parecer preocupado no momento da lesão.

DECEPÇÃONa Austrália, alguns o bajulam, enquanto outros acreditam que não é digno de seu imenso talento. Nick Kyrgios, número 14 do mundo, colocou fogo na lenha das críticas ao ser derrotado na segunda rodada do Aberto australiano para o italiano Andrea Seppi (89º), que venceu em cinco sets. Kyrgios chegou a liderar a partida por dois sets a zero e ter um match-point no último. Arremesso de raquete, palavrões, golpes inúteis entre as pernas: o australiano apresentou todo seu repertório de 'garoto rebelde' do circuito. A torcida local segue esperando por um sucessor para Mark Edmondson, último campeão australiano em Melbourne, em 1976.

OS NÚMEROS0: Chances de break enfrentadas pelo suíço Stan Wawrinka na vitória em três sets sobre o americano Steve Johnson. O número 4 do mundo, campeão do Aberto da Austrália em 2014, mostrou que está claramente aumentando seu nível de tênis, após uma estreia complicada contra o eslovaco Martin Klizan em que precisou de cinco sets para avançar.

33: Aces do gigante americano John Isner, 19º do mundo, na partida em que acabou derrotado em cinco sets por Mischa Zverev, irmão mais velho de Alexander, grande promessa do tênis alemão.

AS FRASES"Parabéns para você", cantou a torcida da Rod Laver Arena, em coro, para a aniversariante do dia, a alemão Angelique Kerber, agora de 29 anos. A atual campeã do Aberto da Austrália superou a compatriota Carina Witthoeft para avançar à 3ª rodada.

"Saiam para morar na Europa ou nos Estados Unidos", aconselhou Kei Nishikori, ao ser perguntado se tinha alguma dica para os jovens tenistas asiáticos. O japonês, que muito novo foi treinar na Flórida na academia do famoso Nick Bollettieri, dominou o francês Jeremy Chardy em três sets.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo