Esporte

Chapecoense tem retorno aos campos convincente e repleto de emoção

21/01/2017 19h36

Chapecó, Brasil, 21 Jan 2017 (AFP) - Menos de dois meses depois do acidente aéreo que deixou 71 vítimas, a Chapecoense voltou a campo e emocionou seus torcedores ao empatar em 2 a 2 com o Palmeiras, atual campeão brasileiro, em amistoso.

Com elenco remontado em tempo recorde, a Chape mostrou boa organização e poder de reação, virando o placar no segundo tempo, após o Palmeiras abrir o placar nos minutos iniciais do jogo com Raphael Veiga.

Douglas Costa e Amaral -jogador cedido pelo próprio Palmeiras- foram responsáveis pelos gols do Verdão do Oeste, levando à loucura a torcida catarinense. O Palmeiras deixou tudo igual novamente com Vitinho, no fim do jogo.

Aos 71 minutos de jogo, a partida foi interrompida para um homenagem às 71 vítimas do acidente. O público levantou e aplaudiu, com muitos torcedores segurando as lágrimas.

A Chape teve boa atuação, mas o resultado do amistoso, realizado na Arena Condá de Chapecó, é mero detalhe.

O momento mais emocionante do dia aconteceu cerca de uma hora antes do pontapé inicial do jogo, quando foi entregue o troféu da Copa Sul-Americana aos três jogadores que sobreviveram ao drama.

O goleiro Jackson Follman, que teve parte da perna direita amputada, chegou ao campo em cadeira de rodas, ao lado do zagueiro Neto e do lateral Alan Ruschel, sob aplausos ensurdecedores.

Toda a Arena Condá estava de pé e o público cantava "Os campeões voltaram" e "Vamos, Vamos Chape", grito de guerra do pequeno clube catarinense.

- 'Todos campeões' -Outro momento emocionante: a entrada em campo das esposas dos jogadores falecidos.

Cada esposa, a maioria chorando copiosamente, recebeu uma medalha de campeão da Sul-Americana que seria atribuída aos respectivos maridos.

Em seguida, se uniram aos três sobreviventes para uma volta olímpica, mas algumas tinham dificuldade em andar, assoladas pelo peso da emoção.

A Chapecoense viveu a maior tragédia de sua história no dia 28 de novembro, quando o avião que levada a delegação à Colômbia para disputar a final da Copa Sul-Americana caiu na região montanhosa de Medellin.

A pedido do Atlético Nacional, outro finalista da competição, a Chape foi declarada a campeã do torneio continental pela Conmebol.

Neste sábado, no estádio, um grupo de torcedores exibiu uma bandeira com a mensagem: "Todos campeões, do roupeiro ao presidente".

Menos de 15.000 dos 20.000 lugares colocados à disposição foram vendidos, certamente devido ao alto preço (80 reais o ingresso mais barato).

Metade da arrecadação com a venda de ingressos será revertida às famílias das vítimas, enquanto a outra metade ajudará na reconstrução do clube.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo