Topo

Esporte

Bundesliga estabelece novo recorde de gastos na janela invernal

31/01/2017 11h54

Berlim, 31 Jan 2017 (AFP) - Quase 100 milhões de euros. Nunca a Bundesliga havia gastado tanto dinheiro na janela de transferência de inverno, estabelecendo novo recorde antes mesmo do fechamento do mercado, nesta terça-feira à meia-noite.

O recorde anterior do Campeonato Alemão havia sido de 65 milhões de euros, pagos em 2014-15 pelos 18 clubes da elite do futebol do país.

Nesta terça-feira, a poucas horas do fechamento da janela, a barreira dos 100 milhões de euros está ao alcance, de acordo com cálculos da agência esportiva SID, filial alemã da AFP.

Entre as contratações de maior destaque estão o jamaicano Leon Bailey (12 milhões de euros, do Genk ao Bayer Leverkusen), o sueco Alexander Isak (10 milhões de euros, do AIK ao Borussia Dortmund), o francês Dayot Upamecano (10 milhões de euros, do Salzburg ao Leipzig) e o volante brasileiro Wallace, que deixou o Grêmio para se juntar ao Hamburgo por 9 milhões de euros. Todos esses jogadores têm entre 17 e 21 anos.

O clube que mais gastou foi o Wolfsburg, que desembolsou 33 milhões de euros para tentar salvar sua temporada. Atualmente, o clube aparece na 14ª colocação, com quatro pontos de vantagem sobre a 16ª posição, que ao fim do campeonato disputará uma repescagem para se manter na primeira divisão. O dinheiro para a compra de cinco jogadores veio da venda do atacante Julian Draxler ao Paris Saint-Germain (40 milhões de euros).

O Bayern de Munique, clube mais rico da Alemanha, não contratou nenhum jogador, contentando-se em anunciar a chegada de dois atletas do Hoffenheim para a próxima temporada: Niklas Sule (20 milhões de euros) e Sebastian Rudy (sem custo), ambos habituais convocados para a seleção alemã.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte