Esporte

Clube de golfe de Trump é condenado a pagar quase US$ 6 milhões

Luis Alvarez/AP
Imagem: Luis Alvarez/AP

01/02/2017 22h46

Nesta quarta-feira (1º), um tribunal da Flórida condenou um clube de golfe - propriedade do presidente americano, Donald Trump - a pagar cerca de US$ 6 milhões a ex-membros que exigiam o reembolso do valor dos títulos.

Esses ex-membros haviam anunciado sua vontade de deixar o clube comprado por Trump em 2012. As regras do estabelecimento lhes permitiam continuar jogando, enquanto não fossem encontrados novos sócios.

A nova direção controlada por Trump mudou essas regras e os proibiu de qualquer acesso ao clube. Também se negou a lhes devolver seus depósitos.

O juiz federal Kenneth Marra, de West Palm Beach, considerou que a medida foi ilegal e acolheu a ação dos 65 demandantes. Agora, o Trump National Golf Club Jupiter terá de desembolsar US$ 4,8 milhões, mais US$ 900 mil em juros.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo