Esporte

Irã volta atrás e autoriza entrada de lutadores americanos

05/02/2017 14h48

Teerã, 5 Fev 2017 (AFP) - Autoridades iranianas decidiram neste domingo conceder o visto a lutadores dos Estados Unidos para uma competição internacional, depois que um juiz federal de Seattle revogou um decreto que proibia a entrada de cidadãos de sete países muçulmanos, entre eles o Irã, em território americano.

"Após a decisão da Justiça de revogar o decreto, concederemos os vistos", publicou no Twitter o chanceler Mohamad Zarif.

Um grupo de 72 professores da renomada universidade Sharif, de Teerã, pediu ao governo que autorizasse a entrada dos atletas, para não agir da mesma forma "vergonhosa" que os Estados Unidos.

Na última sexta-feira, o Irã anunciou que não concederia o visto a estes atletas, inscritos para participar de uma competição internacional de luta livre na província de Kermanshah em 16 e 17 de fevereiro, aplicando o princípio da reciprocidade, que se traduziu na suspensão de vistos para americanos.

Irã e Estados Unidos não mantêm relações diplomáticas desde a Revolução Islâmica, em 1979, e a ocupação da embaixada americana em Teerã.

bur-stb/feb/erl/ra/lb

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo