Esporte

Com força máxima, Atlético Paranaense encara Capiatá no Paraguai

21/02/2017 15h37

Asunción, 21 Fev 2017 (AFP) - O Atlético Paranaense entrará em campo contra o pequeno Deportivo Capiatá no Paraguai, nesta quarta-feira na partida de volta do confronto da terceira fase da Libertadores, e terá força máxima para buscar uma vitória simples que lhe valerá a vaga na fase de grupos da competição.

Na partida de ida, em Curitiba, o Furacão acabou surpreendido pelo Capiatá, que foi para cima em busca de um bom resultado e garantiu um empate em 3 a 3, um resultado que mantém o confronto totalmente aberto, mas com ligeira vantagem paraguaia.

Para se classificar, o Atlético Paranaense precisará vencer a partida ou empatar por mais de três gols. Se os dois clubes repetirem o placar da ida, decidirão a vaga nos pênaltis.

O vencedor do confronto não terá vida fácil na próxima fase, já que ocupará a última vaga do grupo 4, o chamado 'grupo da morte' da Libertadores, no qual já esperam o San Lorenzo, da Argentina, o Universidad Católica, do Chile, e o Flamengo.

Na segunda fase, o clube paranaense precisou passar pela montanha russa de emoções das cobranças de pênaltis para eliminar o Millionarios, da Colômbia (1-0, 0-1).

Para evitar passar por essa situação novamente, o técnico Paulo Autuori poderá contar com força máxima para o duelo decisivo.

O meia Carlos Alberto, que ficou de fora da partida de ida, estará à disposição e nenhum outro jogador está machucado ou suspenso. Somente o volante Otávio, o meia Felipe Gedoz e o atacante Grafite estão pendurados, mas nada impede que sejam escalados.

- Jovem Capiatá quer surpreender -Do outro lado do campo estará o humilde Deportivo Capiatá, que segue querendo provar ter condições de disputar a fase de clubes da Libertadores.

Em oito anos de vida, o Capiatá vem em uma crescente fulminante e tem como grande feito da carreira a vitória sobre o Boca Juniors, em pleno estádio La Bombonera, pela Copa Sul-Americana do ano passado.

Comandado pelo técnico Diego Gavilán, ex-jogador com experiência no Brasil, onde atuou no Internacional, Grêmio, Flamengo e Portuguesa, o Capiatá deverá escalar praticamente a mesma equipe que buscou o ótimo empate em 3 a 3 na ida, em Curitiba.

Expulso na ida, o zagueiro Jorge Paredes deverá dar lugar ao volante Cristian Martínez, enquanto Néstor González e Ramón Ortigoza formarão a dupla de zaga.

A partida será apitada por um trio argentino, formado pelo árbitro Néstor Pitana e os assistentes Gustavo Rossi e Diego Bonfa.

- Prováveis escalações:

Deportivo Capiatá: Bernardo Medina - Carlos Bonet, Néstor González, Ramón Ortigoza, Cristian Martínez - Gustavo Noguera, Eduardo Ledesma, Alexis González, David Mendieta - Julio Irrazábal e Roberto Gamarra. T: Diego Gavilán.

Paranaense: Weberton - Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno, Sidcley - Otavio, Lucho González, Felipe Gedoz (Carlos Alberto), Nikao - Pablo e Grafite. T: Paulo Autuori.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo