Esporte

Leicester demite responsável pelo único título inglês da história do clube

23/02/2017 19h53

Londres, 23 Fev 2017 (AFP) - O italiano Claudio Ranieri foi demitido do Leicester, nesta quinta-feira (23), nove meses depois de conseguir o primeiro título da equipe na Premier League.

O clube anunciou que "os resultados desta temporada colocaram o time em perigo no Campeonato Inglês, e a diretoria acha que uma mudança é interessante para o clube, por mais doloroso que possa ser".

Os Foxes estão a apenas um ponto da zona da degola no torneio inglês e perderam para o Sevilla por 2 a 1, pelo jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões.

A notícia pegou o futebol inglês de surpresa, já que nenhum rumor apareceu sugerindo a demissão. Além do mais, a Premier League tem no histórico a paciência com os treinadores, mesmo quando não conseguem bons resultados, como é o caso do francês Arsène Wenger, que vive altos e baixos nos 20 anos no Arsenal.

O último a sofrer decisão parecida foi o português José Mourinho, demitido do Chelsea em dezembro de 2015, seis meses depois de vencer o Campeonato Inglês.

- Lineker: 'inexplicável'"Depois de tudo que Ranieri fez pelo Leicester, demiti-lo agora é inexplicável, imperdoável e dá um nó no estômago", reagiu Gary Lineker, que começou a carreira profissional no clube, antes de jogar no Barcelona e no Tottenham.

Ranieri foi eleito o melhor treinador de 2015/16 pela Fifa e reconheceu que, mesmo não acreditando em repetir os feitos da temporada, não entendia os maus resultados deste ano.

O pensamento ganhou eco no comunicado do vice-presidente Aiyawatt Srivaddhanaprabha: "nunca pensamos que os êxitos fossem se repetir e o que queríamos era permanecer na elite. Mas o objetivo ficou perigoso, e precisamos reagir nos 13 jogos que faltam".

"Esta foi a decisão mais difícil que tivemos nos últimos sete anos, mas precisamos colocar os interesses do clube acima de qualquer sentimento pessoal", acrescentou Aiyawatt.

Apesar dos maus resultados na Premier League e da eliminação na FA Cup, os Foxes iam bem na Liga dos Campeões e se classificaram em primeiro no grupo.

- O triunfo inesperadoQuando chegou ao Leicester em julho de 2015, Ranieri encontrou um grupo de jogadores desconhecidos, que se salvaram da queda para a segunda divisão no último jogo. O treinador uniu Jamie Vardy, Riyad Mahrez e N'Golo Kanté e formou um grupo campeão.

O título coroou a carreira do italiano, que nasceu em Roma, em 20 de outubro de 1951, e jogou como lateral esquerdo em times pequenos e médios. O primeiro foi com a Roma, mas onde realmente se destacou foi no Catanzaro, Catânia e Palermo.

Depois de pendurar as chuteiras, em 1986, o caminho como treinador pareceu natural. Ranieri passou por 15 times: Lametini, Puteolana, Cagliari, Napoli, Fiorentina, Valencia (duas vezes), Atlético de Madri, Chelsea, Parma, Juventus, Roma, Inter de Milão, Monaco, seleção da Grécia e o Leicester.

Na carreira como técnico, venceu títulos na Itália, na Espanha e conquistou a inédita taça para os Foxes, na Inglaterra.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo