Topo

Esporte

Presidente da Iaaf se diz "encorajado" por atitude de Putin

02/03/2017 12h45

Londres, 2 Mar 2017 (AFP) - O presidente da Federação Internacional de Atletismo (Iaaf), Sebastian Coe, afirmou estar "encorajado" pelo comprometimento do presidente da Rússia, Vladimir Putin, em colocar em prática um sistema antidoping "independente".

A Rússia está envolvida em um vasto escândalo de doping desde a publicação de um relatório da Agência Mundial Antidoping (Wada), que revelou a existência de "um sistema de doping estatal" entre 2011 e 2015, sob a supervisão das autoridades russas e com a ajuda do serviço secreto do país.

Após estas revelações, os atletas russos foram proibidos de participar dos Jogos Olímpicos do Rio-2016.

Segundo Coe, as declarações de Putin são "um passo importante" para a readmissão dos atletas russos nas competições internacionais.

"Temos que ficar encorajados por estas declarações, são muito importantes", declarou Coe à rádio BBC nesta quinta-feira.

"Não resta dúvida de que a nova federação russa de atletismo é composta por pessoas que, acredito sinceramente, entenderam o tamanho deste desafio", completou. "É uma boa declaração e é essencial continuar evoluindo".

Apesar de negar a existência de um sistema de doping estatal, Putin reconheceu na quarta-feira que o sistema de combate ao doping anterior era ineficiente. "É nossa culpa e precisamos admitir", declarou.

Questionado sobre uma possível volta às competições internacionais dos atletas russos em 2017, Coe deu sinal positivo: "Espero que isso seja possível".

"O objetivo da Iaaf é garantir que a federação (russa) está à altura dos desafios, que ela está sendo comandada por boas pessoas e que ela respeita os critérios. Parece que as coisas estão mais claras", concluiu.

O presidente da Wada, Craig Reedie, disse por sua vez que as declarações de Putin eram "sinal de progresso ao mais alto nível político".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte