Topo

Esporte

Arsenal-Bayern de Munique: Declarações dos técnicos

07/03/2017 20h17

Londres, 7 Mar 2017 (AFP) - Carlo Ancelotti (técnico do Bayern de Munique):

"Foi difícil, porque o Arsenal jogou bem durante 60 minutos e nos causou problemas. O Arsenal nos pressionou e cometemos erros inabituais. É estranho, mas o futebol é assim. O resultado não reflete o que aconteceu no campo. O pênalti nos tirou a pressão. Estamos atravessando bom momento e somos muito competitivos nesta temporada".

Arsène Wenger (técnico do Arsenal):

"Começamos o jogo com orgulho e fizemos o jogo que queríamos, mas terminou mal. Achei que colocamos o Bayern sob pressão e que não tivemos sorte. Após o pênalti, fico muito difícil. O árbitro ajudou muito o Bayern hoje. Não foi pênalti e Lewandowski estava impedido no lance. Além disso, ele dá o cartão vermelho. Estou frustrado e indignado. É um escândalo. Não acho que seja minha pior noite na Champions. Sabíamos antes do jogo que seria difícil. O resultado não dá crédito à qualidade de nossa performance. Foi o árbitro que matou o jogo, não os jogadores. Com 10 jogadores contra o Bayern, com quatro gols a marcar, foi irresponsável da parte do árbitro. Não senti que os jogadores estavam em dúvida, mas estamos atravessando um péssimo momento. O que temos que mudar é conseguir um bom resultado neste fim de semana".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte