Esporte

Tenistas divididos sobre convite de torneios a Sharapova

09/03/2017 19h52

Indian Wells, Estados Unidos, 9 Mar 2017 (AFP) - Os 'wild cards', convites feitos pelos torneios WTA, à russa Maria Sharapova, que volta às quadras em abril depois de 15 meses afastada por doping, divide opiniões do tenistas participantes do Indian Wells, na Califórnia.

"Isso, de maneira geral, é uma situação estranha", falou a alemã Angelique Kerber sobre a decisão do torneio de Stuttgart de criar uma vaga especial para a russa, que vai reestrear no circuito depois da suspensão por uso de Meldonium.

"Não sei o que dizer sobre isso porque é um pouco estranho para outros jogadores que alguém possa chegar num torneio na quarta-feira e jogar no mesmo dia", acrescentou a segunda melhor tenista do mundo. Kerber pode voltar a assumir o topo do ranking caso vença a competição no deserto californiano, aproveitando a desistência da líder Serena Williams.

"Este é um torneio alemão", falou Kerber, atual campeã de Stuttgart. A tenista falou que muitas atletas do país poderiam se beneficiar do convite que será dado à Sharapova.

A russa, que não tem classificação mundial para ganhar acesso direto para os torneios, também recebeu convites especiais para jogar em Roma e Madri.

Além das participações garantidas, a russa vai se reunir com a Federação Francesa de Tênis na tentativa de receber um convite para o Grand Slam de Roland Garros, vencido duas vezes pela atleta.

Por outro lado, funcionários da federação estão em dúvida sobre a entrega de um 'wild card' para alguém condenado por doping.

O número oito do mundo, o francês Jo-Wilfried Tsonga, falou que não achava que Sharapova deveria receber uma vaga especial no Aberto da França.

"Não deveria ser convidada. É como se você desse um doce para uma criança que fez algo ruim. Vai fazer de novo e manda um sinal equivocado", falou Tsonga.

O número um do ranking masculino, o britânico Andy Murray, revelou ao jornal americano The Times que acredita que um jogador "deveria poder voltar" de uma punição por uso de substâncias proibidas.

Quando perguntado sobre o tema em Indian Wells, Murray reconheceu que a logística de acomodar uma estrela do tamanho de Sharapova pode ser difícil para os torneio menores, mas ela precisaria participar dessas competições para reconstruir sua colocação no ranking.

"Os torneio estão no direito de ter um wild card, não tem nada que diz que isso não é possível. Não existe uma regra, então os torneios vão fazer o que eles acham que é melhor para os eventos. Mas ela deveria ter um convite em todos as competições quando voltar? Não estou certo disso", avaliou o britânico.

- Pergunta difícil -A romena Simona Halep acredita que as conquistas de Sharapova justificam os convites. A russa foi campeã de cinco Grand Slams.

"Ela foi número um do mundo e ganhou vários títulos de Grand Slams", falou Halep, que acrescentou que "mesmo sem as vagas especiais ela poderia voltar facilmente ao circuito".

"Sua volta é boa para o tênis. Ela está impaciente, quer jogar e ganhar", contou Halep.

Um tuíte da WTA, que depois foi apagado, indicava que os jogadores e companheiros de Sharapova esperavam impacientemente a volta da russa, o que a francesa Alize Cornet negou veementemente.

"@WTA, perdão...??", tuitou Cornet, que também apagou a mensagem depois, mas tornou pública a divisão da WTA.

"A questão dos wild cards é complicada. Eu fico aliviada de não ser responsável por isso", falou a veterana russa Svetlana Kuznetsova.

"Eu apoiei porque não acho que isso seja realmente tão sério", falou a compatriota sobre o futuro de Sharapova.

Bb /.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo