Esporte

Alex Sandro: antítese de Dani Alves, mas indispensável na Juventus

MARCO BERTORELLO/AFP
Lateral trocou o Porto pela Juventus em 2015 Imagem: MARCO BERTORELLO/AFP

Da AFP, em Turim (Itália)

13/03/2017 15h44

Discreto e quase ausente das redes sociais, o brasileiro Alex Sandro é a antítese de seu compatriota e companheiro da Juventus, o também lateral Daniel Alves. Sem levantar a voz, se tornou uma peça-chave na Velha Senhora, que nesta quarta-feira buscará a classificação às quartas da Liga dos Campeões da Europa.

A partida será contra o Porto, precisamente a equipe que Alex Sandro deixou há um ano e meio para jogar na Juventus, que pagou 26 milhões de euros pelo passe do lateral-esquerdo. Os italianos encaram a partida de volta no Juventus Stadium, no qual defenderá a vantagem de 2 a 0 conquistada em Portugal, na ida.

O plano de formação estabelecido pela Juventus para Alex Sandro está funcionando perfeitamente. No ano passado, jogou com regularidade, progredindo taticamente e mostrando lampejos de seu talento, mas quem entrava nos jogos mais importantes era o veterano francês Patrice Evra.

Mais jovem, mais rápido e mais potente, Alex Sandro, 26 anos, acabou superando de vez Evra, 35 anos, no início desta temporada.

'Tonton Pat' compreendeu rapidamente que o incansável Alex Sandro não lhe abriria brecha. Com isso, o francês foi buscar novos ares em Marselha, onde defende o Olympique desde janeiro.

Jogador mais utilizado pelo técnico Massimiliano Allegri no campeonato, o brasileiro conta com 43 chances criadas na Série A, o melhor número para um defensor. É também o segundo colocado no ranking de cruzamentos, atrás do argelino Faouzi Ghoulam, do Napoli. O brasileiro contribui com dois gols e três assistências na temporada.

Agradecido ao Porto

Apesar do novo sistema 4-2-3-1 lhe possibilitar menos aparições ofensivas do que o tradicional 3-5-2, Alex Sandro segue conquistando a lateral-esquerda com sua mescla de potência e qualidade técnica, o que faz dele um jogador muito difícil de marcar.

Do lado defensivo, a Itália, e especialmente a Juventus, não poderiam ter sido uma escola melhor para lapidar a natureza ofensiva dos laterais brasileiros. Agora, Alex Sandro se tornou um dos jogadores mais completos da Europa pelo lado do campo.

"No Porto, descobri o futebol europeu, no qual a mentalidade é muito diferente da que eu conhecia no Brasil. Tenho muitos amigos lá e espero que ganhem o Campeonato Português", declarou o jogador sobre seu ex-clube.

"Eu era mais um desses inúmeros garotos que crescem no Brasil com uma bola no pé e que sonham em se tornar um jogador de futebol", lembrou Alex Sandro.

De sua vida privada, Alex Sandro prefere não falar muito. Neste sentido, ele é uma antítese do exibicionista Daniel Alves, seu companheiro de Juventus e que atua pelo lado direito.

Suas atuações ainda não lhe valeram convocações para a seleção brasileira do técnico Tite, que prefere chamar os mais experientes Marcelo (Real Madrid) e Filipe Luis (Atlético de Madri).

Alex Sandro foi convocado em março de 2016 por Dunga, mas não chegou a jogar. A última vez que entrou em campo com a seleção foi em 2012, uma anomalia que a classificação às quartas de final da Liga dos Campeões pode ajudar a reparar.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo