Esporte

Time de Tevez suspende salário de jogador por ação "abominável"

14/03/2017 13h05

Xangai, 14 Mar 2017 (AFP) - O Shanghai Shenhua, time do craque argentino Carlos Tevez, anunciou, nesta terça-feira, que Qin Sheng teve o salário suspenso por tempo indeterminado, depois da pisada violenta sobre o belga Axel Witsel, do Tianjin Quanjian FC.

O chinês foi suspenso por três jogos na Superliga Chinesa e o time quis dar o exemplo, punindo o meia com multa de mais de 40 mil euros, valor muito grande para um jogador do país.

Em comunicado, o Shenhua falou que o "comportamento abominável teve um impacto negativo enorme para o clube, assim como o conjunto do futebol chinês".

Se Qin não corrigir a postura, "vai ficar durante as próximas quatro temporadas no time reserva e vai se aposentar aos 35 anos", ameaçou o presidente Wu Xiaohui.

Qin pediu desculpas através de sua conta Weibo, uma rede social chinesa.

"Eu mostrei um comportamento severamente irracional no jogo, causando uma lesão a um rival, afetando o resultado do time e dando uma impressão negativa", afirmou o jogador, que aceitou o castigo imposto pelo clube.

dma/lrb/psr/fa

CSL
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo