Esporte

Atlético-PR vence San Lorenzo com grande atuação de Weverton

15/03/2017 21h46

Buenos Aires, 16 Mar 2017 (AFP) - O Atlético Paranaense segurou a pressão do San Lorenzo, nesta quarta-feira, pelo grupo 4 da Libertadores, e venceu o time do Papa Francisco por 1 a 0, em Buenos Aires.

O resultado deixa o Furacão provisoriamente na primeira posição do grupo da morte, com 4 pontos. O Flamengo tem 3 pontos e enfrenta a Universidad Católica, no Chile, para completar a segunda rodada, ainda nesta quarta.

Os paranaenses estavam pressionados pelo resultado com o time chileno, que buscou o empate na Arena da Baixada depois do Atlético abrir 2 a 0 no placar.

Já o San Lorenzo não conseguiu se recuperar, na terceira partida oficial do ano, e viu a classificação para as oitavas de final do torneio se transformar em uma difícil missão. Os argentinos já tinham sido goleados por 4 a 0 pelo Urubu, na estreia da competição.

Pouco mais de 8.000 torcedores foram aos estádio acompanhar o jogo. A chuva caiu antes e durante a partida e os argentinos viram o compatriota Lucho González roubar a cena para os visitantes.

- Gol no início -O brasileiros começaram bem na partida, controlando a bola e trocando passes com tranquilidade. O início foi melhor que a encomenda e Sidcley recebeu na ponta esquerda e cruzou na cabeça do argentino Lucho González, que testou com firmeza no cantinho para abrir o placar, aos 3 minutos.

Os dois times aproveitaram o campo molhado para tentar chutes de longa distância. Aos 7 minutos, Felipe Gedoz arriscou e a bola passou perto da trave. 4 minutos depois, o goleiro Weverton salvou uma pancada cruzada do meia Belluschi.

Depois de começar desligado, o San Lorenzo começou a dar trabalho, encaixando a marcação alta e pressionando a saída dos zagueiros paranaenses.

Quando o Atlético voltou a encaixar passes, o time chegou com muito perigo e quase fez o segundo, aos 28 minutos. Lucho abriu a jogada na direita para Jonathan e o lateral deixou Nikão na cara do gol. O camisa 11 chutou cruzado e por pouco não aumentou a vantagem. Faltou capricho.

Dez minutos depois, Lucho quase fez o segundo dele, depois de ligação direta de Thiago Heleno. O zagueiro lançou na frente e Pablo deu um leve toque para o argentino, que limpou o defensor, mas bateu por cima e perdeu grande chance de ampliar.

- Pressão e Weverton salvador -O Nuevo Gasómetro não estava lotado, mas os torcedores que foram ao estádio fizeram jus à famosa pressão da torcida argentina e empurraram a reação dos anfitriões na volta do intervalo.

Nos primeiros minutos da segunda etapa, o San Lorenzo fez uma blitz e a zaga do Atlético sofreu para segurar as investidas dos argentinos. Os brasileiros tentaram aliviar a tensão, mas os donos da casa mantiveram a intensidade e Weverton teve que salvar o Furacão.

Aos 23 minutos, o goleiro afastou cruzamento de Cerutti. No rebote, a bola sobrou para Néstor Ortigoza e Weverton se jogou em cima do jogador para fechar o ângulo, salvando o gol de empate.

O time comandado por Paulo Autuori estava irreconhecível e sumido na segunda etapa, se deixando dominar pelo time da casa. O treinador colocou em campo o atacante Grafite, para tentar segurar mais a bola no ataque, mas aos 29 minutos o juiz marcou penalidade para os argentinos.

Nicolás Blandi pegou a bola para cobrar. O atacante viu Weverton pulando para o lado esquerdo e bateu no outro canto, mas pegou mal na bola e mandou pra fora.

No lance seguinte, Weverton fez mais um milagre e voou para buscar a cabeçada de Blandi. O atacante até que tentou se redimir da perda do pênalti, mas o camisa 12 estava inspirado e garantiu o resultado fora de casa.

A próxima partida do Furacão na Libertadores vai ser contra o Flamengo, no Maracanã, dia 12 de abril, às 21:45h. Antes, o San Lorenzo viaja para enfrentar a Universidad Católica, no Chile, às 21h.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo