Esporte

Southgate dá sequência à reconstrução da seleção inglesa

21/03/2017 18h20

Londres, 21 Mar 2017 (AFP) - Após um bom início no comando da seleção inglesa, Gareth Southgate tem como ambição confirmar os bons resultados e dar sequência à restauração de uma potência do futebol em decadência, nesta quarta-feira em amistoso contra a Alemanha, em Dortmund.

Duas vitórias contra Malta (2-0) e Escócia (3-0) e empates com Eslovênia (0-0) e Espanha (2-2) mostraram uma Inglaterra fortalecida desde a chegada de Southgate.

Nomeado interinamente para o cargo em setembro do ano passado, durante a confusão que resultou na demissão de Sam Allardyce, flagrado explicando como burlar as regras de transferência, Southgate, ex-zagueiro da seleção (46 anos), fará contra a Alemanha sua primeira partida como técnico oficial da Inglaterra.

Após quatro partidas, com direito a um jogo surpreendentemente vistoso diante da Espanha em novembro, Southgate precisa terminar os ajustes na seleção inglesa, já de olho na Copa do Mundo da Rússia, no ano que vem.

Mais importante, porém, é a necessidade de reerguer uma potência do futebol decadente, entre escândalos e resultados medíocres, como a eliminação nas oitavas de final da Eurocopa-2016 diante da modesta Islândia.

Encarregado de juntar os cacos, o técnico conseguiu dar vida nova à equipe, apostando em um futebol rápido e ofensivo.

"Quando você está no cargo interinamente, você sempre pensa: será que tomo decisões pensando no futuro ou me contento em ganhar pontos logo?", explicou Southgate. "De agora em diante, temos a oportunidade de instaurar coisas que acho importantes. Temos uma visão bastante clara de como queremos trabalhar a longo prazo como grupo. Os últimos meses foram consagrados a colocar isso em prática".

- 'Não sou um romântico' -"É meu trabalho analisar o que não deu certo e em seguida mostrar o caminho", garantiu o ex-técnico da sub-21 da Inglaterra. "Acho que temos que ser muito claros em relação a isso. Não sou um romântico. Estou focado em ganhar".

Na segunda-feira, em St. George Park, centro de treinamento da Inglaterra, Southgate passou seu recado aos convocados ao mostrar o pênalti decisivo que desperdiçou na semifinal da Euro-1996, contra a Alemanha.

"A mensagem foi poderosa", afirmou James Ward-Prowse, convocado pela primeira vez para a seleção principal ao lado do colega de Southampton Nathan Redmond.

"Os menores de 21 anos já haviam recebido esse mensagem, sobre os altos e baixos de uma carreira e as ambições que ele tem para nós", revelou o meia dos Saints.

"Acredito que queremos ser os melhores do mundo", completou o atleta, de 22 anos. "Se você quer ganhar uma grande competição, é preciso se tornar uma dessas equipes".

Para isso, será preciso confirmar a recuperação da equipe no amistoso contra a Alemanha e superar a Lituânia no domingo, pelas eliminatórias para a Copa do Mundo-2018. A Inglaterra tem como objetivo terminar na primeira colocação de seu grupo. É o mínimo que a equipe pode fazer para devolver a confiança a um país cansado de se decepcionar a cada grande evento do futebol mundial.

thw-mam/pgr/chc/am

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo