Esporte

Borussia Dortmund fala em não ceder ao terror: "jogaremos por todos"

12/04/2017 06h47

O Borussia Dortmund não cederá ao "terror", afirmou o chefe-executivo do clube, Hans-Joachim Watzke um dia depois das explosões contra o ônibus da equipe na última terça-feira, antes do duelo contra o Monaco pela Liga dos Campeões.

"Acabo de falar com a equipe no vestiário, quero mostrar à sociedade que não cederemos ao terror", destacou, na conta oficial do Borussia Dortmund (BVB) no Twitter. O time fez uma atividade leve nesta quarta-feira e contou com o apoio de torcedores no local, que levaram faixas com a frase "Vocês nãoo caminharão sozinhos".

"A família do BVB sempre foi particularmente forte para superar situações difíceis. Talvez seja a situação mais difícil das últimas décadas. O clube será forte e unido", completou.

Ao site do clube, Watzke divulgou um comunicado e disse que o Dortmund jogará por todos nesta quarta-feira, quando será realizada a partida adiada. “Nós não vamos jogar apenas por nós. Nós vamos jogar por todos. Não importa se torcedor do Borussia, Bayer ou Schalke. Nós queremos mostrar que o terror e o ódio nuca podem determinar nossas ações. E claro, nós jogaremos por Marc Bartra, que quer ver o time ganhar”, disse.

Oficialmente, a polícia alemã fala em explosões direcionadas. A imprensa do país, no entanto, diz que é investigado o conteúdo de uma carta encontrada no local que menciona o envolvimento da Alemanha na luta contra o grupo Estado Islâmico (EI). A polícia concederá uma entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira para informar o andameto das investigações. 

O time, que nesta quarta-feira enfrenta o Monaco pelas quartas de final da Liga dos Campeões, entrará em campo com os pensamentos voltados para o zagueiro espanhol Marc Bartra, ferido no ataque ao ônibus.

O jogador foi operado nesta quarta-feira com sucesso, de acordo com o clube. O espanhol fraturou a mão direita e precisou retirar os estilhaços que cortaram o seu pulso.

Na terça-feira por volta da 14h15 (de Brasília), três explosivos foram detonados na passagem do ônibus do time que seguia para o estádio de Dortmund para o jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões contra o Monaco.

A Uefa, em acordo com os clubes, transferiu a partida para esta quarta-feira.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo