Esporte

Nadal busca décimo título no Masters 1000 de Montecarlo

15/04/2017 16h40

Mônaco, 15 Abr 2017 (AFP) - O espanhol Rafael Nadal, quinto melhor tenista o mundo atualmente, tem dois objetivos para o Masters 1000 de Montecarlo: vencer o torneio pela 10ª vez e começar com o pé direito a busca pelo título de saibro em Roland Garros.

Com o melhor tênis recuperado, Nadal quer voltar a reinar sobre o saibro. A taça no Principado poderia levantar a autoestima para o Grand Slam na capital francesa.

Ao seu favor, o espanhol conta com a ausência do suíço Roger Federer, que iniciou o ano de maneira meteórica e venceu as finais contra Nadal no Aberto da Austrália e no Masters 1000 de Miami.

Além disso, o britânico Andy Murray e o sérvio Novak Djokovic, primeiro e segundo no ranking ATP, respectivamente, não estão em suas melhores fases.

Em 2017, Nadal se livrou das lesões que o perturbaram em anos anteriores e lembrou os melhores tempos. O tenista só foi superado pela também espetacular volta às quadras do eterno rival Federer, que manda e desmanda no circuito desde janeiro.

Mas a melhora no desempenho físico e técnico ainda não levou à taça. O saibro pode ser o cenário ideal para Nadal voltar a levantar um prêmio.

- 'Sorteio complicado' -O tenista sonha em levantar o décimo Roland Garros, torneio que não conquista desde 2014. Caso consiga a façanha, Nadal chegaria ao 15º Grand Slam da carreira.

"Se conseguir recuperar meu melhor nível, tenho chances em Paris. Mas se não consigo fazer meu melhor não posso fazer nada. Estou feliz em voltar a ser competitivo e de ter encontrado a regularidade", explicou Nadal para a televisão das Ilhas Baleares, pouco antes de viajar para Montecarlo, onde o sorteio colocou grandes desafios no caminho para a sucesso.

Nadal pode cruzar com a estrela emergente Alexander Zverev, número 20 do ranking, ou com o temido búlgaro Grigor Dimitrov (12º), antes de uma hipotética semifinal contra Djokovic, que busca recuperar a força.

O sérvio atravessa momento complicado por conta de uma lesão no cotovelo e certo cansaço no estilo de jogo. O britânico Andy Murray, vai voltar a competir depois de um mês, também por problemas no cotovelo.

Entre os rivais de Nadal, o suíço Stan Wawrinka, vencedor de Montecarlo em 2014 e de Roland Garros em 2015, também pode atrapalhar os sonhos do espanhol.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo