Esporte

Jogadores e dirigentes do Bayern culpam árbitro pela derrota diante do Real

18/04/2017 19h38

Madri, 18 Abr 2017 (AFP) - Os defensores do Bayern Philipp Lahm e Jerome Boateng e o presidente Karl-Heinz Rummenigge culparam o árbitro pela derrota para o Real Madrid (4-2), nesta terça-feira pela partida de volta da Liga dos Campeões, no Santiago Bernabéu.

"Não tivemos sorte com as decisões do árbitro. É cruel ser prejudicado assim, acho que a equipe merecia se classificar", declarou o capitão Philipp Lahm à emissora Sky.

"Quando você joga uma hora ou mais no total em inferioridade numérica com o Real Madrid, é difícil", completou o lateral, referindo-se à expulsão no jogo de ida de Javi Martínez e de Arturo Vidal, na volta.

O zagueiro Jerome Boateng também reclamou de decisões do árbitro que "nos prejudicaram". "O segundo cartão amarelo não era pra ser, e se há um gol ou dois em impedimento... é uma pena", lamentou.

O presidente do Bayern, Karl-Heinz Rummenigge, não se mostrou menos crítico com atuação do árbitro. "É uma pena que algumas decisões não tenham prejudicado, como já havia acontecido no jogo de ida. Hoje, o cartão vermelho para Vidal nos matou", explicou.

Rummenigge, contudo, felicitou ambas as equipes por "um magnífico espetáculo, repleto de emoção".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo