Esporte

Uefa excluirá Lyon e Besiktas de competições em caso de novos incidentes

19/04/2017 15h06

Nyon, Suíça, 19 Abr 2017 (AFP) - A Uefa excluirá de suas competições o Lyon e o Besiktas se estes clubes voltarem a protagonizar incidentes graves nos próximos anos, como os ocorridos na última quinta-feira na cidade francesa, durante a partida de ida das quartas de final da Liga Europa.

O aviso acontece depois da comissão de disciplina da entidade europeia ter responsabilizados os torcedores de ambas as equipes pelos episódios violentos que foram vistos na semana passada. A entidade também multou os clubes em 100.000 euros.

Em caso de novos incidentes, Lyon e Besiktas serão excluídos das duas próximas competições europeias para que estejam classificados, uma punição que terá "um período provatório de dois anos".

A Uefa declarou culpado o Lyon por uma "organização insuficiente" em relação à "separação" das torcidas, assim como pela invasão do campo dos torcedores franceses.

Já o Besiktas foi responsabilizado por "lançamento de objetos" por parte de sua torcida e por causa "desordem" entre o público.

Doce torcedores organizados de Lyon e Besiktas foram presos e sete pessoas ficaram feridas na última quinta-feira, nos incidentes anteriores à partida de ida das quartas de final entre os dois clubes, o que atrasou o início da partida, que terminou com vitória francesa por 2 a 1.

A partida, disputada no Parque OL, em Décines-Charpieu, perto de Lyon, começou com 45 minutos de atraso, após dezenas de torcedores do lioneses invadirem o campo de jogo para escapar das bombas e sinalizadores lançados pela torcida turca.

Também houve incidentes violentos entre torcedores ao redor do estádio antes do início do jogo.

- Jogo de volta sem torcida francesa -Entre 15.000 e 20.000 torcedores turcos, a maior parte viajando até a França oriunda de países vizinhos, estavam disseminados entre os 35.000 torcedores no estádio, além dos 3.000 torcedores do Besiktas que viajaram de Istambul para ocupar o lugar da torcida visitante no estádio.

O presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, chegou a pedir calma à torcida pelo sistema de som do estádio.

Um torcedor turco, julgado em Lyon, foi condenado nesta quarta-feira a dois meses de prisão por ter agredido um funcionário do estádio antes do jogo.

O torcedor, de 27 anos e nascido na Alemanha, não poderá mais pisar em território francês por dois anos.

A partida de volta será disputada em Istambul nesta quinta-feira, num ambiente de alta tensão e sem presença da torcida francesa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo