Esporte

Atlético Mineiro perde para Libertad e se complica no grupo 6 da Libertadores

20/04/2017 01h30

Asunción, 20 Abr 2017 (AFP) - O Libertad venceu por 1 a 0 o Atlético Mineiro, nesta quarta-feira em Assunção, pelo grupo 6 da Copa Libertadores, um resultado que embolou de vez a chave, com três times empatados na liderança.

O único gol na chuvosa noite na capital paraguaia foi marcado pelo volante Angel Cardozo Lucena, aos 26 minutos de jogo.

Na rodada anterior, o Libertad foi derrotado pelo Godoy Cruz, da Argentina, em Assunção por 2 a 1, enquanto o Atlético goleou por 5 a 2 o Sport Boys, da Bolívia.

Libertad, Atlético e Godoy Cruz somam 4 pontos e lideram a chave. O time argentino, porém, entra em campo nesta quinta contra o Sport Boyz.

A equipe paraguaia, comandada pelo técnico espanhol Fernando Jubero, dominou com facilidade o primeiro tempo da partida, sob forte chuva que deixou o gramado sem condições ideias para o jogo, o que dificultou o plano de jogo do Galo, muito mais técnico.

Sabendo que as condições poderiam ser um diferencial a seu favor, o Libertad buscou a vitória desde o apito inicial.

O gol da vitória não demorou a sair. Aos 26 minutos, Cardozo iniciou a jogada, lançando Giménez na área do Atlético. O meia dominou e devolveu um passe açucarado para que Cardozo, da entrada da área, chutasse colocado. O goleiro Giovanni tentou pegar, mas a bola foi parar no fundo do gol.

No lance seguinte, Alan Benítez arriscou uma bomba de muito longe e Giovanni conseguiu mandar para escanteio, salvando o Galo.

Fato é que, no primeiro tempo, o Atlético não teve uma chance de gol sequer.

Na segunda etapa, o jogo ficou mais equilibrado, com o Galo conseguindo igualar o combativo time paraguaio no meio de campo.

Mesmo assim, o Libertad encontrou espaços na defesa mineira pelo alto e Iván Ramírez, aos 24 minutos, e Luiz Cardozo, no minuto seguinte, acertaram cabeçadas que passaram com perigo pelo gol de Giovanni.

Vendo que seu habilidoso time não estava numa boa noite, o técnico Roger Machado optou por colocar Rafael Moura em campo, fazendo dupla de centroavantes com Fred para tentar empatar a partida em um cruzamento na área paraguaia.

Rafael Moura até foi responsável pela primeira jogada de verdadeiro perigo do Galo, a quatro minutos para o apito final, mas fez falta no goleiro Muñoz no momento da finalização.

Nos acréscimos, o Libertad desistiu de atacar e se contentou em defender, chamando o Atlético para seu campo, o que quase lhe custou o empate. No fim, porém, o Galo não teve forças para encontrar uma bola que lhe permitisse voltar para Belo Horizonte com um importante ponto na bagagem.

am

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo