Esporte

Botafogo luta até o fim, empata com Barcelona e segue invicto na Libertadores

21/04/2017 00h11

Guayaquil, Equador, 21 Abr 2017 (AFP) - O Botafogo arrancou um importante empate em 1 a 1 com o Barcelona de Guayaquil, nesta quinta-feira no Equador, e se manteve na liderança do Grupo 1 da Copa Libertadores empatado em pontos com o adversário da noite.

Aos 31 minutos de jogo, após linda tabela, Christian Alemán recebeu de volta de Jonathan Alavés e abriu o placar para o Barcelona, num momento em que o Botafogo dominava o jogo.

O Fogão acabou sendo recompensado por mais uma bela atuação nessa Libertadores a dois minutos do apito final, quando o zagueiro equatoriano Xavier Arreaga colocou a mão na bola dentro da área e o árbitro deu pênalti, convertido por Sassá.

Com este resultado, as duas equipes seguem dividindo a liderança do Grupo 1 da Libertadores, agora com 7 pontos cada, à frente do Estudiantes, terceiro colocado com 3 pontos e que derrotou na quarta-feira o lanterninha Atlético Nacional. O atual campeão continental ainda não somou ponto.

Na próxima rodada, no dia 2 de maio, Botafogo e Barcelona voltam a se enfrentar, desta vez no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. No mesmo dia, o Estudiantes visita o Atlético Nacional.

- Botafogo desperdiça chances -Depois da impressionante vitória sobre o Atlético Nacional em plena Medellín (2-0), na semana passada, o Botafogo entrou em campo em Guayaquil mostrando novamente sua força e, no início do jogo, um rápido contra-ataque já lhe valeu a primeira grande chance de abrir o placar.

Aos 2 minutos, Roger recebeu na área de Rodrigo Pimpão e foi derrubado por Mena ao dominar a bola. O árbitro não hesitou em dar pênalti.

Na cobrança, o camisa 10 do time Camilo foi para a cobrança, mas o goleiro Banguera, ídolo da torcida equatoriana, pulou certo e defendeu. No rebote, Pimpão chutou rasteiro e o goleirão fez outra bela defesa.

Aos 5, outra incrível chance perdida pelo Fogão. Emerson Silva cabeceou livre na área do Barcelona após escanteio e Banguera voltou a fazer milagre. Em outro rebote, novamente com Pimpão, a bola desta vez foi parar na trave antes de sair.

Assustado com a força do Botafogo nos contra-ataques, o Barcelona demorou para engrenar no jogo. Mas, como o futebol costuma ser injusto, foram os equatorianos que abriram o placar em sua primeira ação ofensiva de qualidade.

Aos 31 minutos, Alemán pegou a bola na ponta direita e tocou para Álves, que fez o pivô na entrada da área e devolveu para o meia, que invadiu a área, driblou Gatito e mandou para o fundo das redes, fazendo explodir um Monumental de Barcelona que até então se mostrava tenso e preocupado.

- Empate merecido -Apesar da derrota parcial, o técnico Jair Ventura reconheceu a boa atuação da equipe e manteve o time intacto para o segundo tempo.

O time, porém, voltou mais sonolento e, para sacudir os ânimos do Fogão, Jair apostou no trunfo da equipe nesta temporada, o polêmico atacante Sassá, que vem se tornando um verdadeiro talismã.

Sassá entrou no lugar do sumido Roger e a mudança ver diferença, mas, na primeira boa chance que teve, acabou perdendo gol feito cara a cara com Banguera, aos 28 minutos.

A pressão do Botafogo não resultava em gols, mas acabou provocando a expulsão do zagueiro Mena, que fez dura falta em guilherme e recebeu o segundo amarelo.

Com um jogador a mais, o Barcelona sabia que seria difícil segurar o placar e desistiu de atacar para se concentrar em afastar cada bola que rondava a própria área.

Aos 43, porém, Arreage tentou cortar de cabeça um cruzamento da esquerda e acabou tirando com a mão. Pênalti bem marcado pelo árbitro.

Desta vez, Camilo deixou Sassá bater e o atacante não fez feio, chutando no meio de gol, enquanto Banguera pulava para o canto esquerdo. Tudo igual em Guayaquil.

Com o empate, o Botafogo segue em ótimas condições para garantir a vaga nas oitavas de final, já que terá ainda dois jogos em casa no que era considerado um dos grupos mais difícil da atual edição da Libertadores.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo