Esporte

Nadal conquista o Masters de Monte Carlo pela 10ª vez

23/04/2017 16h04

Monte Carlo, Principado de Mônaco, 23 Abr 2017 (AFP) - O espanhol Rafael Nadal conquistou pela 10ª vez o Masters 1000 de Monte Carlo e se tornou o tenista com mais títulos no saibro, ao derrotar neste domingo na final o compatriota Albert Ramos por 2-0, com parciais de 6-1 e 6-3.

Com 50 troféus no saibro, o espanhol de 30 anos supera o número de títulos nesta superfície que pertencia ao argentino Guillermo Vilas.

Desde 1968, quando o tênis foi profissionalizado, ninguém havia vencido um mesmo torneio dez vezes, nem sequer o suíço Roger Federer, com seus 18 títulos de Grand Slam.

A eliminação prematura do britânico Andy Murray, número 1 do mundo, do sérvio Novak Djokovic (N.2) e do suíço Stan Wawrinka (N.3) facilitaram a trajetória de Nadal no Principado.

O vínculo de Nadal com o Masters 1000 de Monte Carlo nasceu em 2003, quando o espanhol tinha apenas 16 anos. "Eu cheguei à terceira rodada, saindo do Qualifying... Nunca pensei que chegaria a este momento. Muito obrigado por tudo que fizeram por mim", afirmou após a cerimônia de premiação.

- Sem suspense -Nadal só perdeu uma final em Monte Carlo, contra Djokovic em 2013, quando defendia oito títulos seguidos no Principado, entre 2005 e 2012.

No dia seguinte ao duelo com o belga David Goffin (6-3, 6-1), manchado por um erro grave do árbitro da partida a seu favor, Nadal se mostrou imparável diante de um Albert Ramos que disputava sua primeira final de Masters 1000 e não viu a cor da bola.

Ramos, 29 anos, canhoto como Nadal, não conseguiu reproduzir o bom tênis apresentado durante toda a competição, na qual eliminou Murray nas oitavas de final e o croata Marin Cilic (N.8) nas quartas.

"Trata-se de um dos torneios mais bonitos da ATP. Na última segunda-feira eu não imaginava que estaria jogando a final diante de um dos grandes da história do tênis", afirmou Ramos, número 24 do mundo.

Após um primeiro set em que foi completamente dominado pelo rival, Ramos fez jogo mais duro no segundo, mas não conseguiu evitar com que Nadal chegasse ao 70º título na carreira, o primeiro do ano, após as derrotas nas finais do Aberto da Austrália, do ATP 500 de Acapulco e do Masters 1000 de Miami.

"O plano era pressioná-lo, mas ele foi bem demais no saque. Ele não jogou seu melhor tênis, mas realmente jogou em alto nível", concluiu Ramos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo