Topo

Esporte

Cubanos condenados por tráfico de atletas de beisebol para EUA

11/05/2017 16h46

Havana, 11 Mai 2017 (AFP) - Três cubanos foram condenados entre oito e dez anos de prisão, nesta quinta-feira, por tráfico de jogadores de beisebol para o Estados Unidos, segundo um meio oficial.

O Tribunal Provinciano de Sancti Spíritus impôs a pena por tráfico de pessoas. A sentença foi ratificada pelo Tribunal Supremo Popular do país.

O principal imputado, Yariel Díaz, vai ficar 10 anos na cadeira, enquanto Yunior Ramírez e Eudy Navarro vão cumprir oito anos de prisão, segundo o jornal Escambray.

Trata-se de "uma rede bem definida de roubo de jogadores cubanos que, por seus resultados nos campeonatos internacionais e do país, poderiam alimentar os times americanos das Grandes Ligas", acrescentou.

O grupo operava desde 2015, captando jogadores de todo país. A polícia já capturou duas tentativas de saídas organizadas pelo grupo, que pretendia mandar jogadores em lanchas para o exterior.

O beisebol cubano, tri-campeão olímpico e 25 vezes campeão mundial, vive seu pior momento por conta da saída de atletas para o estrangeiro.

O governo da ilha denuncia insistentemente o roubo de jogadores. Há alguns meses, Cuba busca um acordo com as Grandes Ligas dos Estados Unidos para regularizar a transferência de atletas.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte