Esporte

"Football Leaks": Polícia faz buscas na sede do PSG e nas casas de Di Maria e Pastore

23/05/2017 17h01

Paris, 23 Mai 2017 (AFP) - O Paris Saint-Germain, que teve a sede investigada pela polícia, nesta terça-feira, garantiu que os contratos das estrelas da equipe são perfeitamente legais.

"O PSG comunicou o conjunto de informações e documentos que foram pedido a respeito de seus jogadores. Os elementos contratuais foram acordados em condições perfeitamente legais, assegurou o clube da capital francesa em comunicado.

Mais cedo, a polícia realizou buscas na sede do PSG e nas casas dos jogadores argentinos do clube, Angel Di Maria e Javier Pastore, como parte do inquérito aberto na França depois das revelações sobre "Football Leaks", segundo fonte próxima ao caso.

"Com relação ao PSG, a sua sede no Parc des Princes e seus escritórios administrativos em Boulogne-Billancourt foram revistados", indicou a fonte, confirmando informações do Mediapart.

O "Football Leaks", uma investigação de 12 meios de comunicação europeus, revelou suspeitas de evasão ou otimização fiscal envolvendo os argentinos Angel Di Maria e Javier Pastore, duas das estrelas do clube parisiense, mas também o atacante português do Real Madrid Cristiano Ronaldo e o francês Paul Pogba, do Manchester United.

A Procuradoria Nacional Financeira (PNF) abriu no dia 12 de dezembro de 2016 uma investigação preliminar por "fraudes fiscais agravadas", acrescentando que as investigações poderiam atingir os residentes fiscais franceses.

Independentemente da nacionalidade, um residente fiscal paga seus impostos na França se exerce a sua atividade profissional no país, se recebe rendimentos ou passo pelo menos metade do ano no território.

De acordo com um documento publicado em 10 de maio pelo Mediapart, o Paris Saint-Germain concluiu em agosto de 2015 um contrato com uma empresa offshore no Panamá para gerenciar os direitos de imagem de Angel Di Maria.

O contrato prevê o pagamento ao clube de uma parte do dinheiro pago por marcas e patrocinadores, de acordo com o site de informações.

De acordo com as revelações do "Football Leaks", Cristiano Ronaldo é suspeito de ter "escondido 150 milhões de euros em paraísos fiscais, graças a instalações offshore na Suíça e nas Ilhas Virgens Britânicas".

Paul Pogba recorreu por sua vez às ilhas do Canal, auxiliado por seu agente Mino Raiola.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo