Esporte

Pogba quer legitimar investimento; Kasper busca seguir passos de Ibra

23/05/2017 17h02

Londres, 23 Mai 2017 (AFP) - A final da Liga Europa entre Manchester United e Ajax, nesta quarta-feira, é a grande chance de Paul Pogba brilhar como se espera e do jovem Kasper Dolberg se afirmar como uma das futuras pérolas do futebol mundial.

No entanto, a decisão ficou marcada com simbolismo particular após o atentado na noite da última segunda-feira, em Manchester. Um homem bomba explodiu em show da cantora pop americana Ariana Grande, onde até agora 22 pessoas morreram e 59 estão feridas.

Mas, dentro de campo, o jogador mais caro do mundo ainda não conseguiu provar o valor de 105 milhões de euros que o tiraram da Juventus e o levaram para os Diabos Vermelhos.

O português José Mourinho colocou Pogba em função mais defensiva e o resultado foram 15 empates nesta temporada da Premier League. A equipe terminou a competição na sexta colocação e o título da Liga Europa é a última chance para garantir vaga na Champions.

No entanto, o francês perdeu as duas partidas mais importantes da carreira até agora: a final da Liga dos Campeões com a Velha Senhora, contra o Barcelona, em 2015, e a decisão da Eurocopa contra Portugal, no ano passado, pela seleção de seu país.

- Aquém do esperado -Em seu primeiro ano defendendo a equipe inglesa, Pogba marcou apenas oito gols e deu seis assistências em 50 jogos, pouco para quem se tornou o jogador mais caro da história do futebol. O compatriota N'Golo Kanté, do Chelsea, foi bicampeão do Campeonato Inglês e custou "apenas" 38 milhões aos cofres dos Blues.

Uma das razões para o fraco rendimento na temporada pode ser os recorrentes problemas físicos. Segundo a imprensa inglesa, o meia joga com dores musculares na perna há várias semanas. Além disso, Pogba também teve que lidar com a morte do pai, que faleceu no início de maio.

O único gol marcado na Premier League foi contra o Crystal Palace, na última rodada do campeonato. A partida pode ser um alento para a decisão, já que o francês também deu uma assistência para o gol de Josh Harrop.

Mas Pogba também sofreu com a falta de sorte. O francês acertou a trave nove vezes durante o ano, "um recorde", brincou Mourinho. "O problema é a etiqueta de preço. Espero que nesse verão algum jogador seja mais caro e a pressão mude de pessoa", falou o português em coletiva na semana passada.

- Juventude holandesa - Pogba ainda tem mais responsabilidade, devido ao desfalque do sueco Zlatan Ibrahimovic. Ibra era o personagem perfeito para a decisão, primeiro por ter defendido o Ajax e segundo pela decisão ser na capital do seu país. Mas o atacante lesionou o joelho e vai ficar de fora do espetáculo.

No entanto, o Ajax vai tentar superar a ausência do astro sueco com outro escandinavo que lembra o estilo do centroavante. O jovem dinamarquês Kasper Dolberg teve início semelhante ao de Ibra na equipe holandesa e se colocou como uma possível estrela do futebol europeu.

Desconhecido há um ano, o goleador de 19 anos parece seguir os passos do camisa 9 do United, que também se tornou conhecido com a camisa do mítico clube holandês.

Dolberg marcou gols nas semifinais da Liga Europa, contra o Lyon, e chamou a atenção de grandes clubes do continente. Assim, se credenciou para ser um dos protagonistas da final.

O agente do jogador, Jens Steffensen, reconheceu que o telefone soou muitas vezes por sondagens de equipes, mas negou que o jogador irá deixar o Ajax: "ele não quer ficar no banco de reservas de um grande clube europeu. O principal não é o dinheiro, mas a sua evolução. Kasper fica no Ajax",

O atacante marcou 16 gols no Campeonato Holandês, 22 somando todas as competições. Dolberg recebeu o prêmio Johan Cruyff de melhor jogador jovem da Eredivise. O centroavante também estreou com a seleção profissional da Dinamarca.

"É parecido com Zlatan. Tem facilidade técnica, presença física e capacidade de jogar de costas para o gol", explica o técnico do Ajax, Peter Bosz.

E o atacante não está sozinho. O atual time do Ajax tem média de idade de 22 anos e quer lembrar a geração de 1995, campeã da Europa com jogadores jovens como Davids, Seedorf, Kluivert e De Boer, que se transformaram em estrelas do futebol mundial.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo