Esporte

Finais das copas da Espanha, França, Inglaterra e Alemanha agitam sábado

26/05/2017 13h55

Londres, 26 Mai 2017 (AFP) - As decisões das Copas da França, Alemanha, Espanha e Inglaterra vão ser disputadas, neste sábado, com os finalistas em diferentes situações no fim da atual temporada.

O Chelsea foi campeão da Premier League e pode repetir a temporada histórica sob o comando do italiano Antonio Conte, que se vencer o Arsenal na decisão da FA Cup se junta ao compatriota Carlo Ancelotti no hall de treinadores que venceram as duas competições na primeira temporada no Stamford Bridge.

O clássico londrino em Wembley pode ser a consagração de N'Golo Kanté, que em menos de um ano se transformou no pilar da conquista histórica do Leicester e da seleção francesa. O volante foi bicampeão inglês com os Blues e foi vice da Eurocopa com a França, além de ser eleito o melhor jogador da temporada.

"Temos que esquecer que ganhamos a liga e nos concentrarmos nesse objetivo", advertiu Conte, nesta sexta-feira.

Já o Arsenal quer salvar a temporada com o título da competição. Os Gunners ficaram de fora da Liga dos Campeões pela primeira vez, nos últimos 20 anos, e Arsène Wenger pode deixar a equipe após a partida.

"Eu gostaria de ganhar pelo meu clube. É o único que me interessa", falou o francês, que já escolheu o que vai fazer na próxima temporada, mas ainda não anunciou a decisão. A imprensa inglesa revelou que ele pode renovar contrato por mais um ano, enquanto torcedores pedem sua saída.

- Última chance de Emery -Barcelona e Paris Saint-Germain também não estão contentes com o fim da temporada, muito abaixo da expectativa tradicional de chuva de títulos.

O time da capital francesa vai enfrentar o Angers pela decisão da Copa da França, com a obrigação de impor uma superioridade dentro e fora de campo: o PSG tem 500 milhões de euros de orçamento, contra apenas 25 do rival.

"Sabemos que não alcançamos os objetivos desta temporada, mas ainda falta a Copa da França e vamos com tudo", admitiu o meia Blaise Matuidi, depois da última partida da Ligue 1.

O PSG perdeu a soberania do Campeonato Francês para o Monaco, além de ser humilhado pelo Barcelona na partida de volta das oitavas de Liga dos Campeões. O título pode aliviar a pressão sobre o espanhol Unai Emery, mas uma derrota para o frágil adversário pode selar a demissão do treinador.

Vai ser a terceira final na história do Angers: a equipe perdeu para o Toulouse as duas chances de título em sua história, na final de 1957 e na Copa da Liga de 1992. Mas o clube, que garantiu a permanência na elite, quer surpreender o PSG.

- Despedidas -Já os catalães têm pela frente o duelo contra o Alavés, para tentar conquistar o 29º título da Copa do Rei, nas despedidas do estádio Vicente Calderón e do treinador Luis Enrique.

"É um jogo especial, a possibilidade de fechar meu ciclo com o Barça com mais um título", falou Luis Enrique na coletiva de imprensa desta sexta-feira. O treinador não vai poder contar com o uruguaio Luis Suárez, machucado, mas Neymar e Messi estão confirmados.

Do outro lado estarão os bascos, que subiram para a elite do futebol espanhol no ano passado e chegaram a segunda final em sua história, após quase 100 anos de existência.

Após perder para o Liverpool por 5 a 4, com direito a gol de ouro na final da Copa da Uefa, em 2001, o Alavés agora está disposto a colocar água no chope do treinador catalão e levantar a tão sonhada taça.

"Estamos muito concentrados e nos sentimos fortes como time. Temos ambição e acreditamos que vamos ter chances", falou o capitão Manu García.

Na Liga espanhola, o Alavés venceu o primeiro jogo entre as equipes por 2 a 1, em pleno Camp Nou. Mas o Barça devolveu sonora goleada por 6 a 0, na partida em Vitória.

- Enfim campeão? -Na Alemanha, o Borussia Dortmund tem a chance de conquistar a taça depois de três vice-campeonatos seguidos. A equipe de Thomas Tuchel venceu a competição pela última vez em 2012 e encara o Eintracht Frankfurt, no sábado. A partida pode ser a despedida do treinador e do artilheiro da Bundesliga, o gabonês Pierre-Emerick Aubameyang.

"Conversarei com o clube e tomarei minha decisão após a final", revelou o atacante, que fez 31 gols nesta temporada. Segundo a imprensa alemã, Aubameyang já anunciou a vontade de sair ao clube e estuda ofertas de Milan, PSG e Tiajin Quanjian, que pagaria 500.000 euros de salário por temporada.

Já o jovem técnico de 43 anos está em conflito com o diretor executivo Han-Joachim Watzke. Tuchel criticou a decisão da direção de não consultá-lo antes do jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, contra o Monaco, menos de 24 horas após o ônibus do time sofrer atentado.

Por outro lado, o Eintracht Frankfurt, um dos históricos clubes da Bundesliga, quer colocar ponto final nos 29 anos sem título na Copa. No entanto, o time vai à campo sem o lateral esquerdo uruguaio Guillermo Varela, que foi demitido após contrariar indicação do clube para não fazer uma tatuagem.

Após o atentado em Manchester, na última segunda-feira, a polícia alemã vai reforçar a segurança no Estádio Olímpico de Berlim. Por conta da explosão que matou 22 pessoas, Arsenal e Chelsea anunciaram que não vão produzir comemorações, em respeito às vítimas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo