Esporte

Allegri, sobre final da Champions: " Real Madrid é favorito"

29/05/2017 14h27

Turim, Itália, 29 Mai 2017 (AFP) - Em entrevista coletiva, nesta segunda-feira, Massimiliano Allegri garantiu que a Juventus melhorou desde o vice para o Barcelona na Liga dos Campeões em 2015, mas admitiu que o Real Madrid é favorito para a decisão do próximo domingo.

"Temos que encarar essa semana com muita serenidade e sem ansiedade. Temos que ser otimistas, mas não somos favoritos. O Real Madrid está na terceira final nos últimos quatro anos, está acostumado a jogar a decisão. Nós também, que estamos na segunda em três anos", declarou Allegri.

"Vamos com mais confiança e convicção do que há dois anos, em Berlim. Sabemos que o Real é favorito, mas a Juve tem que se acostumar a estar entre o oito melhores da Europa e viver a final sem ansiedade", acrescentou.

Allegri lembrou que os jogadores fizeram temporada extraordinárias.

"Eu escutei muito que o campeonato foi fácil. Fazer 91 pontos não é nada fácil. Roma e Napoli fizeram temporada incrível, mas a Juve foi ainda melhor. Não era fácil repetir o triunfo na final da Copa e chegar à final da Champions. Os jogadores fizeram uma temporada extraordinária e agradeço a eles. Agora o último esforço é no sábado", declarou.

Perguntado sobre o poderio ofensivo dos espanhóis, formado pela famosa trinca BBC (Bale, Benzema, Cristiano), Allegri brincou: a Juventus tem "Buffon, Bonucci, Chiellini, e inclusive Barzagli e Benatia. Temos muitos 'B'".

Mas já em tom sério, o treinador destacou o Real Madrid "melhorou muito na segunda metade da temporada. Parabenizo Zidane porque ele encontrou um equilíbrio. Acho que Casemiro foi peça chave para esse aspecto".

"Ganhar a Champions no primeiro ano como treinador, voltar à final e vencer a Liga no segundo ano é algo extraordinário. Administrar um grande time não é fácil e Zidane fez isso muito bem. É um grande treinador", insistiu.

- Contra a negatividade -Perguntado sobre a Juventus ter perdido seis das oito finais disputadas na maior competição europeia de clubes, Allegri foi claro: "negatividade atrai negatividade... A Juve não perdeu seis finais, mas jogou oito. Chegar à final é algo extraordinário. É uma grande alegria chegar a uma final da Liga dos Campeões e tenho sorte por poder estar no banco em Cardiff", acrescentou.

Sobre o duelo de sábado ser o mais importante da carreira, Allegri respondeu: "é o segundo, já que o primeiro perdemos em Berlim", contra o Barcelona por 3 a 1, na decisão da Champions de 2015.

Durante o dia para a imprensa da Juventus antes da final, Allegri pediu aos jornalistas um minuto de silêncio, em memória às 39 pessoas mortas no dia 29 de maio de 1985, durante a final da Copa da Europa entre Juventus e Liverpool, em Bruxelas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo