Esporte

Tóquio-2020 pode ter três novas provas de natação

ODD ANDERSEN/AFP
Norte-americana Katie Ledecky quebra recorde olímpico dos 800 m livres na Rio-2016 Imagem: ODD ANDERSEN/AFP

29/05/2017 15h23

A Federação Internacional de Natação (FINA) indicou, nesta segunda-feira, que o programa de natação dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 pode ter novas provas.

A FINA estuda ampliar em um dia as datas competitivas do esporte nas Olimpíadas, passando dos oito dias na Rio 2016 para nove, com o objetivo de realizar mais três provas: finais de revezamento misto, 1500 metros femininos e 800 metros masculinos, segundo fonte da entidade.

"É um desejo da emissora olímpica OBS, já que a natação dá audiências muito boas", argumentou a fonte.

O acréscimo destas provas teria que ser discutido na próxima reunião do Comitê Olímpico Internacional (COI), no próximo dia 9 de junho.

Com desejo de se aproximar da igualdade entre homens e mulheres, o COI também quer introduzir provas mistas no atletismo, como nos 4x100 ou nos 4x400.

O COI também tem vontade de limitar em 10.500 a quantidade de atletas em Tóquio. Para isso, a entidade pode reduzir o número de participantes em outros esportes, como o halterofilismo, muito afetado por doping, segundo essa mesma fonte.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo