Esporte

Zidane: "Não há favoritos na final"

30/05/2017 17h48

Madri, 30 Mai 2017 (AFP) - O francês Zinedine Zidane garantiu, nesta terça-feira, que a final da Liga dos Campeões entre Real Madrid e Juventus não tem favoritos e que os merengues vão fazer "tudo o possível para vencer o jogo".

"Na final não existe favorito. É 50-50", falou Zidane em coletiva na cidade esportiva do Real, em dia aberto para a imprensa.

"Dizem que a Juventus defende melhor, que o Real ataca melhor, mas isso não tem nada a ver. A final precisa ser jogada e não acho que exista muita diferença entre os times", acrescentou o treinador merengue. Zizou admitiu continuar feliz por vencer a Liga no dia 21 de maio.

"São os dois melhores times do ano e vão jogar a final. Quando se chega à decisão, sempre é merecido, porque a temporada é longa. Eles foram muito bem e são campeões nacionais como nós", acrescentou o francês.

- Dar o máximo -"Vai ser um jogo muito interessante", revelou Zidane. O comandante garantiu que o time vai dar o máximo no jogo.

"Acho que o mais importante é dar o 100%. Demos tudo de nós durante a temporada e podemos estar felizes com o que fizemos até agora. Mas temos outra final, outro jogo, e vamos fazer de tudo para vencer", afirmou Zidane.

"Sabemos que eles são um time sólido, que jogam com quatro atrás ou com três, e Dani Alves mais livre no ataque. Não vão mudar nada. Eles sabem jogar das duas maneiras e o que mais me interessa é o que podemos fazer para dar trabalho a esse time", explicou o treinador merengue.

"A pressão é maior, mas jogar finais é o que nós gostamos", sentenciou Zidane, que levou o Real Madrid à final da Champions pelo segundo ano seguido, desde que assumiu a equipe em janeiro de 2016.

Zidane admitiu que o mais difícil vai ser escolher a formação, ainda um segredo, principalmente pela dúvida entre o galês Gareth Bale, recuperado de lesão, e Isco.

"São decisões sempre difíceis, porque estamos todos. Vou ter que escolher entre os 22 jogadores quem vai jogar, quem vai começar, quem vai pro banco. E os outros vão ficar fora da convocatória. Isso para mim é o mais difícil", revelou.

- Direção bem traçada -"Não vou dizer se decidi ou não entre Isco e Bale. Um técnico já sabe o que quer quatro dias antes do jogo, mas não vou dizer nada", afirmou o francês, que organizou treino simples para não dar pistas para o rival.

"É normal que exista esse debate, porque são dois atletas muito importantes e muito bons. Cada pessoa vai achar uma coisa, mas não vão me abalar e sabemos o que queremos fazer e o que vamos preparar", acrescentou Zizou.

Zidane também falou sobre os jogadores rivais, afirmando que o argentino Paulo Dybala é um dor melhores, depois de Higuaín e Alves.

"Falo de três ou quatro porque costumamos falar deles, mas os jogadores da Juve são todos muito bons", acrescentou Zidane. O francês demonstrou vontade em seguir no comando do Real Madrid.

"O que posso dizer é que tenho mais um ano de contrato e quero estar nesse clube. Mas tudo depende do que for feito dentro de campo. Estamos felizes e acho que o clube está contente com o que fazemos. O futuro é sábado", concluiu Zidane.

gr/psr/fa

JUVENTUS FOOTBALL CLUB

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo