Esporte

Real comemora 12ª Liga dos Campeões com milhares de torcedores

04/06/2017 17h45

Cardiff, Reino Unido, 4 Jun 2017 (AFP) - O mundo do futebol tem seus reis e o Real Madrid é um deles: o campeão da Liga espanhola levantou a 12ª taça da Liga dos Campeões, no sábado, e comemorou com milhares de torcedores na capital do país, neste domingo.

Junto com os astros Ronaldo, Zidane e companhia e eufóricos com o triunfo por 4 a 1 sobre a Juventus, em Cardiff, os madridistas se reuniram na Plaza de Cibeles e na Puerta do Sol, no centro de Madri.

A caravana de ônibus foi escoltada por muitas motos, que levaram os elenco até a prefeitura da cidade, onde receberam homenagens das autoridades.

Enquanto desciam do ônibus, os jogadores foram recebidos com gritos de "é campeão" e demonstravam alegria de maneira bastante visível. O capitão Sergio Ramos, com a Orelhuda debaixo do braço, foi um dos mais aplaudidos, junto com Cristiano Ronaldo.

"Prometemos voltar e voltamos com a Liga dos Campeões", falou Ramos durante a cerimônia. "Conseguimos fazer história, conquistar o 'doblete', e o saboreamos de uma maneira especial".

O time se reuniu com a prefeita Manuela Carmena, que rasgou elogios ao grupo: "vocês são um time lendário e hoje o melhor time do mundo está em Madrid".

A caravana seguiu até o estádio Santiago Bernabéu, onde 81.000 pessoas lotaram o local desde o início da tarde para participar da comemoração que promete invadir a noite.

- Emoção total -"Sinto que este é o melhor time da história", falou à AFP Álvaro Mora, que viajou mais de 500 quilômetros desde Almería para comemorar o título com os familiares na Praça de Cibeles. "Estou super emocionado", indicou o estudante de 19 anos, vestido com uma grande bandeira com o escudo do Real.

As forças de segurança mantinham grande efetivo em operação para garantir a festa dos torcedores e evitar qualquer incidente como o ocorrido em Turim.

Na cidade italiana, um alarme falso de bomba em uma praça onde milhares de torcedores da Juventus se reuniam para ver o jogo provocou uma confusão com mais de 1.500 feridos, sete deles em estado grave.

Este é " o melhor clube da história e nunca se dá por vencido", falou o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, sobre a façanha de treinador francês e seus comandados.

Zidane já tinha conquistado a Champions como jogador, em 2002, marcando gol espetacular na final contra o Bayer Leverkusen, mas agora ampliou sua lenda com treinador.

- Marca histórica -Ninguém havia vencido de maneira consecutiva o torneio desde Arrigo Sacchi, em 1989 e 1990, o emblemático estrategista do Milan. Desde a inauguração do formato atual do torneio, em 1992-1993, nenhum time tinha revalidado a coroa.

Zidane, como habitual, se manteve tranquilo, mas também participou da euforia de sábado.

"Estou muito feliz porque foi um ano espetacular. Não posso sonhar mais. Ganhamos a Liga na última rodada e agora a Champions", celebrou Zizou.

Em Portugal, a capa do jornal A Bola coroava "para a eternidade" o ídolo nacional Cristiano Ronaldo, que brilhou e marcou dois gols na vitória sobre os italianos.

Com a grande atuação, CR7 conquistou a quarta Liga dos Campeões de sua carreira e deu grande passo para levar a quinta Bola de Ouro, o que o colocaria no mesmo patamar do argentino Lionel Messi.

"Posso chegar até onde me deixarem", afirmou Cristiano depois de ser perguntado onde está o limite. "Foi uma temporada única. Meu time esteve excepcional no jogo e eu fui muito bem", comemorou o craque.

As estatísticas existem para comprovar a excelente temporada do luso, artilheiro da Liga dos Campeões com 12 gols. Tudo sem perder os nervos, em temporada em que foi acusado de fraude fiscal por conta das famosas revelações do "Football Leaks".

CR7 foi o primeiro jogador a quebrar a barreira mítica dos 100 gols na Champions, e tem atualmente 106, enquanto Messi soma "apenas" 94.

A festa em Madri começou desde o apito final do jogo, mas com a volta dos heróis do título a grande comemoração está marcada.

Nesta temporada, o Real venceu também a Liga espanhola, depois de cinco anos de hiato. Os títulos simultâneos no país e no continente eram esperados desde 1958.

bur-pgr/cha/cd/dr/fa

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo