Esporte

Letã Jelena Ostapenko surpreende Simona Halep e conquista Roland Garros

10/06/2017 13h42

Paris, 10 Jun 2017 (AFP) - A letã Jelena Ostapenko, 47ª tenista do mundo, conquistou o primeiro título da jovem carreira em Roland Garros, após vencer de virada em três sets a romena Simona Halep (4ª), parciais de 4-6, 6-4, 6-3, neste sábado em Paris.

Ostapenko, que na quinta-feira festejou seu 20º aniversário com vitória nas semifinais, se tornou a primeira jogadora não cabeça de chave no feminino a conquistar o Grand Slam francês desde a britânica Margaret Scriven, em 1933, e subirá ao 12º lugar do ranking WTA, quando este for atualizado na segunda-feira.

O destino quis que Ostapenko continuasse acentuando as coincidências com ex-tenista brasileiro Gustavo Kuerten, o Guga, campeão pela primeira vez em Roland Garros, também não sendo cabeça de chave, em 8 de junho de 1997, dia em que a letã nasceu em Riga.

"Não posso acreditar que sou a campeã de Roland Garros com apenas 20 anos. É algo incrível. A verdade é que não tenho palavras para descrever. É um sonho que se tornou realidade", declarou Ostapenko ao fim da partida.

A jovem letã, treinada pela espanhola Anabel Medina, conquistou assim seu primeiro título no circuito WTA. Ela havia perdida as três finais disputadas anteriormente (Quebec-2015, Doha-2016, Charleston-2017).

A Letônia nunca havia tido um tenista, homem ou mulher, numa final de Grand Slam, e vê Ostapenko realizar o maior feito da história do esporte no pequeno país do leste europeu.

O torneio feminino de Roland Garros se apresentou este ano muito aberto, devido às ausências de grandes nomes do circuito, principalmente da americana Serena Williams, grávida, e da russa Maria Sharapova, que não recebeu convite da organização. Mas ninguém imaginava que terminaria com Ostapenko levantando o troféu Suzanne Lenglen.

A letã não precisou enfrentar uma adversário do Top 10 em se caminho rumo à final, tendo com maior desafio na campanha o confronto contra a dinamarquesa Caroline Wozniacki, ex-número 1 do mundo.

Já Simona Halep, número 4 do mundo, voltou a se decepcionar em sua segunda final de Grand Slam, novamente em Roland Garros, três anos depois da derrota para a russa Maria Sharapova, em 2014.

A derrota também impede a romena de desbancar a alemã Angelique Kerber no topo do ranking.

"Jelena é uma grande campeã e mereceu. Estou um pouco doente do estômago, mas queria ganhar, é meu sonho ganhar aqui", admitiu um decepcionada Halep.

O tênis romeno terá que continuar esperando para voltar a comemorar um título de Grand Slam, o que não acontece desde 1978 com Virginia Ruzici, em Roland Garros. Cinco anos antes, Ilie Nastase conquistou o título no masculino.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo