Esporte

Com gol 'relâmpago', Brasil goleia Austrália por 4 a 0 em amistoso

13/06/2017 09h55

Melbourne, 13 Jun 2017 (AFP) - Com direito a gol 'relâmpago', aos 10 segundos de jogo, o Brasil goleou por 4 a 0 a Austrália, neste terça-feira em Melbourne, encerrando a turnê australiana da seleção de Tite, que havia começado na semana passada com derrota para a Argentina.

Sem poder contar com alguns de seus principais jogadores, como Neymar, Marcelo e Casemiro, que não foram convocados para poderem descansar durante as férias, Tite optou por realizar testes. E Diego Souza aproveitou a chance.

O jogador do Sport, escalado como centroavante, abriu o placar para o Brasil logo aos 10 segundos de jogo com um chute cruzado, depois de receber ótimo passe de Giuliano, e fechou a conta nos acréscimos de cabeça.

Completaram o placar para o Brasil no segundo tempo Thiago Silva, de cabeça após escanteio que pipocou na área australiana, aos 16 minutos, e Taison, que acabava de sair do banco, aos 29.

Com a vitória, a seleção se recupera da derrota no amistoso da última sexta-feira contra a Argentina (1-0) de Lionel Messi, o primeiro resultado negativo da era Tite, que vinha de 9 triunfos consecutivos.

"Demos aos atletas a oportunidade e nesse jogo tivemos o desempenho e o resultado, enquanto que no jogo contra a Argentina tivemos só o desempenho", analisou Tite após o jogo.

Primeira seleção do mundo a se classificar para a Copa da Rússia-2018, o Brasil volta a campo em 31 de agosto pelas eliminatórias sul-americanas para enfrentar o Equador em Porto Alegre. No dia 5 de setembro, o desafio será contra a Colômbia em Barranquilla.

- Testes dão certo -Contra a Austrália, Tite deu sequência ao objetivo de testar novos jogadores na seleção e, como vem acontecendo sistematicamente, as escolhas do técnico brasileiro deram certo. Desta vez, funcionaram ainda mais rápido do que o previsto.

Logo após a saída de bola, o zagueiro australiano Wright saiu errado, Giuliano roubou a bola e lançou Diego Souza. O meia do Sport, escalado como centroavante por Tite, não desperdiçou, abrindo o placar com um chute cruzado que o goleiro Langerak não segurou.

Após o choque inicial, a Austrália se recompôs e armou uma forte marcação na saída de bola brasileira, dificultando a vida de um Brasil que ainda pecava pela falta de entrosamento.

Defensivamente, com Thiago Silva e Rodrigo Caio na zaga e David Luiz como volante, o Brasil não comprometia e o goleiro Diego Alves foi um mero espectador da partida.

Do meio para frente, Paulinho, o capitão Philippe Coutinho e Giuliano, habituais convocados de Tite, foram pilares de segurança da seleção e tiveram boas atuações individuais, mas criaram poucas chances de ampliar o placar no primeiro tempo.

Na melhor delas, aos 41 minutos, Paulinho, quase na pequena área, chutou para fora ótima deixada de Diego Souza.

- Diego Souza se destaca -No segundo tempo, a Austrália foi perdendo o fôlego para pressionar a saída de bola brasileira e a seleção aproveitou para impor sua superioridade técnica.

Com Giuliano mais centralizado e Coutinho aberto pela ponta, diferentemente do primeiro tempo, o Brasil conseguiu ter mais ritmo de jogo e mais velocidade para finalizar.

O segundo gol, porém, nasceu de jogada de bola parada e contou com a participação dos homens de defesa. Aos 16, David Luiz apareceu para cabecear no travessão uma cobrança de escanteio. No rebote, Rodrigo Caio cabeceou para a área e Thiago Silva empurrou para as redes.

Com o adversário entregue em campo, Tite colocou Willian e Taison em campo para ter ainda mais velocidade e a troca deu certo. O meia do Chelsea se tornou um pesadelo para os marcadores australianos.

Aos 29, Willian recebeu na entrada da área e tocou para Diego Souza, que fez o pivô e lançou Paulinho. Muito inteligente, o volante optou por ajeitar de calcanhar para Taison chutar cruzado, de primeira, e marcar o terceiro gol da seleção, seu primeiro com a amarelinha.

Nos minutos finais da partida, os jogadores testados por Tite continuavam pressionando a Austrália, todos em busca de uma vaga no elenco que disputará a Copa do Mundo no ano que vem.

E, nessa disputa pela preferência de Tite, Diego Souza pareceu sair em vantagem. Nos acréscimos, o atacante marcou seu segundo gol no jogo, aproveitando de cabeça um escanteio cobrado por Willian.

am

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo