Esporte

Estrelas do futebol que enfrentaram a justiça por fraude fiscal

20/06/2017 16h54

Paris, 20 Jun 2017 (AFP) - De Maradona a Cristiano Ronaldo, passando por Messi e Mourinho, vários dos nomes mais ilustres do futebol mundial já enfrentaram a justiça por fraude fiscal, entre eles os brasileiros Neymar e Romário.

- Condenados -Lionel MessiO argentino do Barcelona e seu pai foram condenados em 2016, por irregularidades de aproximadamente 4,16 milhões de euros. O valor está relacionado com direitos de imagem recebidos entre os anos de 2007 e 2009. A condenação de 21 meses de prisão foi confirmada em maio, mas o craque escapou da cadeia, já que as penas inferiores a dois anos normalmente não são executadas na Espanha.

NeymarNeymar foi condenado pela justiça brasileira, em março de 2016, e teve que pagar 50 milhões de euros por fraude fiscal. O atacante conseguiu diminuir a multa com recurso, um ano depois, apesar das irregularidades em sua transferência para o Barcelona terem sido confirmadas.

Além disso, o camisa 10 da seleção brasileira está na mira da justiça espanhola por conta da transferência para o Barça, em 2013. No último mês de maio, o jogador e seus pais foram ao tribunal por "corrupção nos negócios". A procuradoria pediu dois anos de prisão.

Javier MascheranoCompanheiro de Messi no Barça e na Argentina, Mascherano foi condenado a um ano de prisão em 2016, por conta de fraude fiscal de 1,5 milhões de euros ligados a direitos de imagem. O volante reconheceu a falha para evitar um processo.

Uli Hoeness O presidente do Bayern de Munique foi condenado a três anos e meio de prisão, em 2014, por esconder 28,5 milhões de euros do fisco alemão. Depois de cumprir 21 meses atrás das grades, sendo metade em regime semiaberto, Uli recuperou o cargo de presidente em novembro de 2016.

RomárioEm 2009, o atacante brasileiro foi condenado pela justiça do Brasil a dois anos e meio de trabalho comunitário, além de multa de 151 mil euros por fraude fiscal. Apesar do caso, o artilheiro foi eleito deputado nas eleições de 2010 e senador, quatro anos depois.

- Acusados -Cristiano RonaldoO astro do Real Madrid é acusado de esconder 14,7 milhões de euros do fisco espanhol. CR7 foi convocado a depor no dia 31 de julho.

A procuradoria de Madri acusa Ronaldo de ter montado uma estrutura "para esconder as receitas de direito de imagem geradas na Espanha", entre 2010 e 2014.

José MourinhoO técnico português do Manchester United, antigo comandante do Real Madrid, é acusado de omitir 3,3 milhões de euros da receita espanhola.

Samuel Eto'oEm novembro de 2016, a procuradoria espanhola pediu 10 anos de prisão e pagamento de 18 milhões de euros de multa para o atacante camaronês. O jogador foi acusado de não pagar 3,9 milhões de euros por direitos de imagem entre 2004 e 2009, período que defendeu o Barcelona.

Outros jogadores que defenderam o clube catalão, como o brasileiro Adriano e o chileno Alexis Sánchez, também enfrentaram processos parecidos.

FalcaoO ex-jogador do Atlético de Madrid é acusado de omitir 5,6 milhões de euros ao fisco espanhol. O atacante colombiano do Monaco teria usado empresas em paraísos fiscais para esconder receitas provenientes de direitos de imagem.

O agente Jorge Mendes, representante de CR7, Fabio Coentrão, Pepe e Mourinho, está envolvido.

Ángel Di MaríaO argentino assistiu a polícia entrar em seu apartamento, assim como no do companheiro de PSG, Javier Pastore, em investigação da procuradoria francesa após a divulgação da publicação 'Football Leaks'. O motivo também seria omissão de direitos de imagem em paraísos fiscais.

Diego MaradonaO ex-capitão da seleção argentina foi condenado a pagar 37,2 milhões de euros ao fisco italiano, em 2005, por não ter pago regularmente os impostos. A justiça decidiu recolocar o contador no zero em 2012, por erros em procedimentos, e uma nova investigação está em vigor.

bur-fm/ber/iga/fa

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo