Esporte

CR7 e Sánchez, solistas querem vaga na final das Confederações

27/06/2017 13h09

Kazan, Rússia, 27 Jun 2017 (AFP) - Principais jogadores desta Copa das Confederações, Cristiano Ronaldo e Alexis Sánchez vão entrar em campo, nesta quarta-feira, no duelo entre Portugal e Chile, atuais campeões da Eurocopa e da Copa América, valendo vaga na final da competição.

"Conseguir seus primeiros títulos é algo inesquecível para os dois países. Por Portugal, estarão Ronaldo e seus amigos, uma grande seleção. Por outro, Alexis e Arturo Vidal, também com seus amigos, outra grande seleção", comentou de maneira curiosa o meia Marcelo Diaz, nesta terça-feira, às vésperas da partida semifinal.

Depois de levantarem os troféus de maneira inédita, os treinadores estrearam nas Confederações. Quem sair com a vitória vai encarar o vencedor do duelo entre México e Alemanha, no sábado, na grande "espacionave" de São Petersburgo, como o estádio está sendo apelidado.

Chile e Portugal se enfrentaram em três ocasiões, com duas vitórias lusas e um empate. Mas a "La Roja" quer quebrar as estatísticas para jogar pelo terceiro título em três anos.

O lado português é liderado por CR7, que exibe muita maturidade dentro de campo. Aos 32 anos, o atacante perdeu a explosão, mas compensou com posicionamento, generosidade e altivez.

Ronaldo está a caminho de vencer a Bola de Ouro pela quinta vez na carreira, depois de levantar a Liga dos Campeões pela terceira vez nos últimos quatro anos pelo Real Madrid. Na Rússia, CR7 já deu uma assistência e balançou a rede duas vezes.

Tudo isso vivendo um furacão judicial na Espanha. A procuradoria do país acusa o craque de fraude fiscal de 14,7 milhões de euros, além dos veículos de imprensa noticiarem possível saída do clube merengue no fim da temporada.

"Terminou fazendo um final de temporada incrível e vem com esse ritmo para a seleção. Esperamos conter seu ímpeto, não dar muito espaço. Vamos trabalhar como equipe para que a bola não chegue nele", comentou Díaz, peça fundamental no meio campo chileno.

O ataque português não deve contar com o meia Bernardo Silva, recém transferido para o Manchester City. O jogador machucou o tornozelo direito na partida contra a Nova Zelândia e treinou em separado dos companheiros.

Sendo assim, Ronaldo deve formar ataque com os velhos sócios Nani e Ricardo Quaresma, como na estreia contra o México.

O treinador Fernando Santos também poderá contar com André Silva, artilheiro de 21 anos contratado pelo Milan. O atacante é uma das melhores notícias do futebol luso no ano. Na zaga, Pepe está suspenso e desfalca o time. A dupla de defesa deve ser formada por José Fonte e Bruno Alves.

"Sabemos até que ponto esse torneio é importante para a América Latina. Os times europeus venceram poucas vezes. Queremos representar Portugal, mas também da Europa. Tenho confiança neste time, no espírito dos jogadores. Com eles podemos ir até o fim do mundo ou mais além", comentou Santos.

- Todos disponíveis para Pizzi -Do lado chileno, o treinador Juan Antonio Pizzi demonstrou felicidade, nesta terça-feira, por poder contar com todos os 23 jogadores convocados para montar a equipe. Gary Medel e Charles Aránguiz se recuperaram das dores e o capitão Claudio Bravo reconquistou a titularidade na partida contra a Austrália, após recuperar-se de problemas musculares.

O treinador vai contar com a inspiração de Sánchez, destaque na competição apesar de começar o torneio com problemas físicos.

O atacante do Arsenal entrou em campo contra Camarões sem estar 100% e criou as jogadas dos dois gols da vitória. Contra a Alemanha, balançou as redes e se tornou o maior artilheiro da história do Chile, com 38 gols pela "La Roja".

Portugal e Chile são os semifinalistas que menos sofreram gols na fase de grupos, dois cada um, mas os sul-americanos são o time que sobrevive com menos gols marcados. Foram apenas quatro, apesar do reconhecido estilo ofensivo do time.

O time de Pizzi tem mostrado faceta muito poderosa no primeiro tempo, pressionando de maneira asfixiante. No entanto, talvez pela elevada média de idade da equipe, de 29 anos, o time perde ritmo na segunda etapa e peca pelo desgaste físico.

A partida vai se realizada em Kazán, às 15:00h pelo horário de Brasília

- Prováveis escalações

Portugal: Rui Patricio - Raphael Guerreiro, Bruno Alves, Jose Fonte, Cedric - Andre Gomes, William Carvalho, Adrien Silva - Ricardo Quaresma, Cristiano Ronaldo, Nani.

Treinador: Fernando Santos.

Chile: Claudio Bravo - Mauricio Isla, Gary Medel, Gonzalo Jara, Jean Beausejour - Pablo Hernández, Marcelo Díaz, Charles Aránguiz, Arturo Vidal - Eduardo Vargas e Alexis Sánchez.

Treinador: Juan Antonio Pizzi.

Árbitro: Alireza Faghani (Irã)

pm/psr/fa

TF1 - TELEVISION FRANCAISE 1

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo